Edição do dia

Quarta-feira, 5 de Outubro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
29.9 ° C
31.9 °
29.9 °
79 %
6.7kmh
20 %
Qua
30 °
Qui
29 °
Sex
29 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Caritas ofereceu apoio alimentar a mais de 5.600 não residentes

      Caritas ofereceu apoio alimentar a mais de 5.600 não residentes

      A Caritas Macau começou, a 25 de Julho, a prestar apoio alimentar aos trabalhadores não-residentes (TNR) que estão em situação de licença sem vencimento, de desemprego ou de retenção em Macau, à espera de regressar ao seu local de origem. Paul Pun, secretário-geral da Caritas Macau, revelou que, a fim de prestar assistência humanitária, o apoio será oferecido até ao fim da epidemia.

      “Os problemas causados ​​pela epidemia começaram a surgir. Além da necessidade de assistência alimentar, os trabalhadores não-residentes podem ter dificuldades nas despesas médicas. De acordo com as prioridades, ajudamo-los primeiramente a resolver a necessidade urgente de comida”, disse Paul Pun, citado pelo jornal Cheng Pou.

      Até ao início do Agosto, a Caritas distribuiu o “pacote de apoio alimentar” a mais de 5.600 pessoas. Paul Pun afirmou que, como ainda existem milhares de TNR a necessitar de apoio alimentar, a campanha de doação de alimentos prolonga-se até ao fim da epidemia, de modo a continuar a prestar apoio para dar respostas às necessidades alimentares urgentes.

      Quando vão buscar os alimentos, os respectivos trabalhadores têm de apresentar documentos, como comprovativo de licença sem vencimento ou comprovativo em como estão retidos em Macau. Depois, segundo a situação do beneficiário, é distribuído um pacote de alimentos de subsistência de uma semana, incluindo arroz, massa, pão, legumes e enlatados. A organização apela aos indivíduos e comerciantes para doarem alimentos cujo prazo de validade vai expirar em breve.

       

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau