Edição do dia

Quarta-feira, 5 de Outubro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
29.9 ° C
31.9 °
29.9 °
79 %
6.7kmh
20 %
Qua
30 °
Qui
29 °
Sex
29 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Macau volta a estar em suspenso devido a caso detectado em Zhuhai

      Macau volta a estar em suspenso devido a caso detectado em Zhuhai

      Naquele que deveria ser o dia em que Macau voltava à “normalidade”, as autoridades de saúde voltam a estar em alerta devido a um caso detectado em Zhuhai. O caso foi detectado num trabalhador não-residente do continente que trabalha numa padaria na Taipa e que testou positivo na cidade vizinha. Como consequência, grande parte dos moradores da Taipa tiveram de fazer ontem testes de ácido nucleico e toda a população terá de realizar testes de antigénio. O território fica em suspenso até que sejam conhecidos os resultados dos testes.

       

      As autoridades de saúde locais estão novamente em alerta. Hoje seria o primeiro dia de “normalidade”, após quase dois meses de medidas para combater o surto, no entanto, um caso detectado em Zhuhai fez disparar os alarmes novamente. O caso positivo de Covid-19 foi detectado num trabalhador não residente do continente, que nos últimos dias passou várias vezes a fronteira.

      O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus informou que na manhã de ontem foi notificado pelas autoridades de Zhuhai sobre um caso positivo de Covid-19, que foi detectado no teste de ácido nucleico, que corresponde a uma pessoa que circulou entre Macau e Zhuhai. Em mais de dez testes de ácido nucleico realizados em Macau, o homem deu sempre negativo. Mas desta vez, em Zhuhai, deu positivo. “Não se pode excluir o eventual risco de transmissão de vírus nas áreas onde esse indivíduo em causa, vive e trabalha”, lê-se no comunicado das autoridades de saúde.

      O homem do continente esteve a viver, até à passada quinta-feira, no edifício Polytec Garden, na zona da Areia Preta. O edifício foi entretanto selado e o tempo de confinamento deste edifício será determinado com base nos resultados do teste de ácido nucleico dos moradores e avaliação de risco adicional.

      O caso positivo trabalha numa padaria no Grand Mart, na Taipa, que foi também bloqueada. Além disso, essa zona da Taipa é considerada uma zona-chave e, por isso, foi organizada na noite de ontem mais uma ronda de teste massivo nesse local.

      Assim, até à meia-noite de ontem, tiveram de realizar teste de ácido nucleico todas as pessoas que moram ou trabalham nas zonas delimitadas pela Avenida Dr. Sun Yat Sen, Estrada Almirante Marques Esparteiro, Rua de Viseu, Estrada Governador Albano de Oliveira, Avenida do Estádio, Rua do Desporto, Rua do Regedor, Rua da Ponte Negra e Avenida Olímpica. Também tiveram de realizar teste de ácido nucleico todas as pessoas que estiveram naqueles locais por um período total superior a meia hora durante o dia 3 de Agosto ou após essa data, especialmente as pessoas que tenham estado na padaria do Grand Mart.

      Além disso, as autoridades pediram também que todos os cidadãos fizessem ontem e hoje um teste rápido de antigénio. Os resultados dos testes de antigénio na Taipa só serão conhecidos esta manhã, pelo que as autoridades vão decidir as medidas a aplicar durante o dia de hoje.

      No fim da conferência de imprensa de ontem, Leong Iek Hou, chefe da Divisão de Prevenção e Controlo de Doenças Transmissíveis dos Serviços de Saúde, adiantou que os testes de ácido nucleico feitos às pessoas que coabitavam com o caso positivo deram todos negativos.

       

      AUTORIDADES PEDEM QUE POPULAÇÃO CONTINUE ALERTA, APESAR DA NORMALIZAÇÃO

       

      Alvis Lo, director dos Serviços de Saúde, assinalou que, como previsto, hoje dá-se início ao período de normalização, quase dois meses após o início do surto em Macau. No entanto, o responsável avisou: “O período de normalização não significa que já passou o mau tempo, temos de manter a guarda e seguir os nossos trabalhos de forma ordenada”.

      O director dos Serviços de Saúde frisou que as eventuais medidas futuras serão pensadas de acordo com os resultados dos testes feitos ontem. As autoridades não descartaram a possibilidade de estender o período de estabilização, caso se verifiquem mais casos. “Nós precisamos de mais dados e informações para fazer avaliação do risco e decidir a próxima etapa”, reiterou o director dos Serviços de Saúde.

      No entanto, Alvis Lo também apelou à calma: “Nos trabalhos de normalização temos de manter o nosso alerta, mas não precisamos de ficar muito preocupados; basta continuarmos a fazer os nossos trabalhos e, quando houver risco, tomamos medidas”. O médico admitiu também a possibilidade de continuarem a surgir casos na comunidade nos próximos tempos, mas ressalvou que, caso isso se verifique, as autoridades vão continuar a fazer os trabalhos que têm feito.

      Questionado sobre se ponderam avançar novamente para o confinamento, Alvis Lo afirmou apenas que, para tomar essa decisão, será necessário “observar a situação epidémica”. “Neste momento, não é necessário aplicar essa medida porque situação é diferente, mas o essencial é observar o resultado dos testes e só depois é que sabemos que medidas vamos tomar”, frisou.

       

       

      CAIXA:

       

      Detectados três novos casos assintomáticos em Zhuhai

       

      Três novos casos positivos assintomáticos foram detectados em Zhuhai, no sábado, indicaram as autoridades da cidade vizinha. Os pacientes confirmados com Covid-19 residem no distrito de Doumen, em Zhuhai. Uma residente da China, de 30 anos, foi diagnosticada numa testagem regular da comunidade. Foram também confirmados dois contactos próximos da mulher, ambos sem sintomas. As autoridades de Zhuhai apresentaram os itinerários das actividades dos três casos confirmados, que abrangem um supermercado, um restaurante, um centro de pré-escolaridade e o hospital. Ontem, o distrito de Doumen iniciou o processo de testagem massiva à Covid-19. Todas as pessoas que entram nas zonas residenciais, espaços públicos ou pretendam apanhar transportes públicos, são sujeitas à apresentação de resultado negativo de teste de nucleico ácido realizado em 24 horas. Um destes três casos detectados em Zhuhai é o trabalhador não residente que vivia em Macau e que circulou entre as duas cidades nos últimos dias.

       

      D.C