Edição do dia

Sábado, 13 de Agosto, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
26.9 ° C
27.1 °
25.9 °
89 %
2.6kmh
20 %
Sex
28 °
Sáb
30 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Internacional EUA anunciam envio de mais armas e Zelensky agradece

      EUA anunciam envio de mais armas e Zelensky agradece

      A Ucrânia recebeu ontem quatro novos lança-foguetes HIMARS provenientes dos EUA, revelou o ministro da Defesa, Oleksiy Reznikiv, que se juntam a um lote de MARS II alemães anunciados horas antes pelo mesmo governante. Os dois sistemas de lançamento múltiplo de foguetes reforçam o arsenal de artilharia de longo alcance da Ucrânia, que Kiev diz estar a modificar a dinâmica do campo de batalha na guerra contra os invasores russos.

      Em reacção às últimas entregas de Washington, Reznikov disse estar “grato” ao presidente dos EUA, Joe Biden, e ao seu homólogo norte-americano, Lloyd Austin, por terem “fortalecido” o exército ucraniano. “Provámos ser operadores inteligentes dessas armas. O som do lançamento dos HIMARS tornou-se no maior sucesso deste verão nas linhas da frente”, acrescentou o ministro ucraniano.

      O MARS II, fornecido pela Alemanha, foi o terceiro sistema avançado de lança-foguetes fornecido à Ucrânia pelos seus aliados do Ocidente, juntamente com o HIMARS e o MLRS M270. Até ao momento, os EUA entregaram cerca de 20 sistemas HIMARS à Ucrânia, como parte do seu programa de apoio ao exército daquele país para enfrentar a invasão russa.

      Na rede social Twitter, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, já agradeceu ao seu homólogo norte-americano, Joe Biden, “a liderança, o apoio robusto à Ucrânia e o entendimento de que a Federação Russa é uma ameaça para todo o mundo civilizado”. Entre as armas enviadas, estão munições para lança-foguetes. Esta ajuda vai “incluir mais munições para os sistemas (…) Himars”, disse o porta-voz da Casa Branca, John Kirby, à imprensa. Esta ajuda eleva o total da assistência militar dos EUA à Ucrânia, desde que Joe Biden iniciou funções, a mais de oito mil milhões de dólares, adiantou Kirby. Os Himars, muito móveis, disparam mísseis guiados por GPS e com um alcance de 80 quilómetros, o que permite aos militares ucranianos atingirem alvos que estavam fora de seu alcance.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau