Edição do dia

Sábado, 1 de Outubro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
26.9 ° C
26.9 °
24.9 °
89 %
3.6kmh
20 %
Sex
27 °
Sáb
29 °
Dom
29 °
Seg
30 °
Ter
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Programa do concurso para atribuições de concessões de jogo exige foco no...

      Programa do concurso para atribuições de concessões de jogo exige foco no segmento não-jogo

       

      O concurso público para a atribuição das novas concessões de jogo em Macau está a decorrer até 14 de Setembro. No lançamento do concurso, o Governo já tinha indicado que as novas concessões terão de ter como foco os elementos não-jogo e a captação de jogadores estrangeiros. Segundo o portal Macau News Agency e a TDM Rádio Macau, que tiveram acesso ao programa do concurso, as sociedades interessadas no concurso terão de apresentar planos detalhados sobre vários projectos e actividades não relacionadas com jogo, desde as convenções e exposições, entretenimento, eventos desportivos, artes e cultura, saúde e bem-estar, gastronomia e turismo comunitário, entre outros.

      O Governo espera que os interessados detalhem os seus planos para atrair grandes nomes do entretenimento internacional, para realizar concursos internacionais de música, canto e também festivais de cinema. Assim, de acordo com o programa, as autoridades esperam que as futuras concessionárias melhorem as salas de espectáculo.

      No programa, o Executivo pede também a construção de museus temáticos, galerias de arte e teatros, bem como o desenvolvimento da indústria da televisão e a realização de eventos literários e artísticos de nível internacional. Por outro lado, o concurso propõe que as novas operadoras reabilitem o espaço exterior aos estabelecimentos comerciais, instalando arte pública, esplanadas, zonas verdes e jardins, por exemplo.

      As futuras operadoras devem também apostar na saúde e bem-estar, apresentando propostas para desenvolver produtos turísticos virados para a saúde, como a gestão de saúde, assistência médica, cuidados de saúde e beleza. Uma das novas áreas em que os concorrentes devem apostar é o turismo marítimo, salienta o programa do concurso.

      Por outro lado, as futuras operadoras devem aproveitar melhor as zonas marítimas através de actividades de lazer, como passeios de barco e competições de desportos aquáticos.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau