Edição do dia

Terça-feira, 21 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
25.6 ° C
25.9 °
24.8 °
94 %
4.6kmh
40 %
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
24 °
Sex
27 °
Sáb
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeMacau regista as primeiras mortes relacionadas com a Covid-19

      Macau regista as primeiras mortes relacionadas com a Covid-19

      As autoridades informaram ontem que duas idosas, portadoras de doenças crónicas e diagnosticadas como casos positivos de Covid-19, morreram. Elsie Ao Ieong, secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, salientou, na conferência de imprensa de ontem, que as duas idosas, com 94 e 100 anos de idade, já se encontravam “muito debilitadas”.

      Foram registadas ontem as primeiras mortes relacionadas com a Covid-19 em Macau. As duas idosas, com 94 e 100 anos de idade, tinham sido diagnosticadas como casos positivos de Covid-19 e sofriam também de doenças crónicas.

      Segundo explica uma nota divulgada ontem pelo Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, as duas idosas tinham uma quantidade viral baixa. “As duas doentes foram sujeitas a tratamento médico, na fase inicial, mas o estado de saúde frágil por serem portadoras de doenças crónicas, acabaram por falecer após vários dias de tratamento médico”, lê-se no comunicado das autoridades sanitárias. Estes dois casos positivos de Covid-19 foram diagnosticados através de testes rápidos de antigénio e testes de ácido nucleico realizados no lar da Obra das Mães, do qual eram utentes.

      Elsie Ao Ieong, secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, esteve ontem na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus e disse: “[As idosas] encontravam-se muito debilitadas e, após vários dias de tratamento, faleceram, infelizmente. Lamentamos muito”.

      A idosa de 100 anos estava isolada no Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane para tratamento médico, por ter testado positivo num teste de ácido nucleico no dia 30 de Junho. A idosa não teve febre, tosse ou falta de ar, entre outros sintomas durante o tratamento médico. No entanto, na madrugada de ontem, a situação clínica complicou-se e, após tentativa de reanimação por farmacodinâmica, acabou por morrer. A paciente sofria de doenças crónicas, como hipertensão, degeneração cerebral, fractura, sendo também uma doente acamada há longo tempo com necessidades de cuidados de enfermagem. A mulher não tinha sido vacinada contra a Covid-19.

      Também a idosa de 94 anos tinha doenças crónicas e estava isolada no Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane para tratamento médico, devido ao resultado positivo no teste de ácido nucleico realizado no dia 29 de Junho. Não teve febre e outros sintomas durante o tratamento médico, mas as doenças crónicas pioraram.

      Ontem de manhã, a condição tornou-se crítica de forma súbita e a doente morreu por volta das 10h após tentativa de reanimação por farmacodinâmica. A doente em causa sofria de hipertensão, hiperlipidemia, acidente vascular cerebral com necessidades permanentes de cuidados de enfermagem. Tinha administrado duas doses da vacina da Sinopharm.

      Na conferência de imprensa, Alvis Lo, director dos Serviços de Saúde, indicou que o tratamento dos corpos das idosas será feito de forma a “não haver impacto na sociedade”. “Claro que vamos ter em conta os sentimentos dos familiares”, garantiu.

      PONTO FINAL

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau