Edição do dia

Sábado, 13 de Agosto, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
26.9 ° C
27.1 °
25.9 °
89 %
2.6kmh
20 %
Sex
28 °
Sáb
30 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Opinião Resposta rápida, a forma correcta de combater o surto de COVID-19

      Resposta rápida, a forma correcta de combater o surto de COVID-19

      A resposta decididamente rápida do governo ao surto de COVID-19 deste fim-de-semana é absolutamente a forma correcta de lidar com o vírus desagradável.

       

      Apenas ouvi elogios de amigos, conhecidos e estranhos sobre a acção rápida do governo para conter a propagação do novo coronavírus. Postos de testes de ácido nucleico em massa foram rapidamente instaladas no domingo e muitos, se não a maioria, dos restaurantes têm ouvido os conselhos do governo para se absterem de serviços de refeições e vender por ‘takeaway’ por enquanto. Fui testado no Sands no domingo à noite e comprei o meu almoço ‘takeaway’ num café de hotel ontem à tarde.

       

      No edifício onde vivo, uma empregada doméstica e um casal foram identificados como contactos próximos de casos COVID-19 no domingo e ontem, respectivamente. Foram levados de ambulância para o hospital para testes e observação. Ontem à noite, a direcção informou-nos no seu quadro de “informação anti-epidémica” que o trio testou negativo. Óptimo! A nossa gerência do edifício merece elogios pela forma como lidou com a situação. A transparência é a melhor forma de manter à distância os habituais rumores.

       

      Desde ontem à noite, o último surto tinha resultado em 36 casos, o que elevou o número acumulado de casos de Macau desde Janeiro de 2020 para 93 casos confirmados e 222 casos assintomáticos. Não foram notificados casos fatais de COVID-19 em Macau.

       

      Estes números são “qualquer coisa” para uma cidade com uma população de cerca de 680.000 habitantes – estou a citar um colega de Hong Kong que fez a observação de apreço quando me perguntou no mês passado sobre as estatísticas da COVID-19 de Macau.

       

      Desde ontem, Macau continuou a ser um dos apenas nove países e territórios de um total de 228 no mundo cujo número de mortos na COVID-19 foi zero, de acordo com o site worldometers.info de estatísticas em tempo real.

       

      Como alguém que acabou de celebrar o seu 69.º aniversário, estou feliz por viver numa cidade cujo governo deu prioridade absoluta à protecção da vida na sua luta contra a COVID-19. É claro que isto resultou em dificuldades económicas, mas o governo tem sido bastante pró-activo na resposta às dificuldades que tanto os residentes como as empresas têm enfrentado devido às suas medidas anti-epidémicas, concedendo um conjunto de medidas de apoio financeiro. Os problemas económicos podem eventualmente ser resolvidos, os entes queridos que morrem de COVID-19 desaparecem para sempre.

       

      Estou optimista de que o actual surto possa ser rapidamente controlado e que, pelo menos a médio prazo (sejamos realistas), Macau possa regressar gradualmente à normalidade pré-pandémica.

       

      Por enquanto, vamos todos manter a calma, agradecer aos nossos profissionais de saúde por cuidarem bem de nós, e estar sempre atentos às regras de controlo e prevenção da COVID-19 do governo, tais como usar sempre máscaras faciais quando se está fora – mesmo quando se apanha um elevador ou um táxi!

       

      Mais vale prevenir do que remediar!

       

      Harald Brüning

      Director do Macau Post Daily