Edição do dia

Sexta-feira, 12 de Agosto, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
26.9 ° C
27.1 °
25.9 °
89 %
2.6kmh
20 %
Sex
28 °
Sáb
30 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Deputada quer que Governo alargue âmbito do kit de apoio aos idosos

      Deputada quer que Governo alargue âmbito do kit de apoio aos idosos

      Para incentivar a vacinação dos mais velhos, Lo Choi In considera que o plano deverá comtemplar indivíduos com idade entre os 60 e os 64 anos. A deputada sustenta a sua ideia com a realidade nas cidades vizinhas de Zhuhai e Hong Kong, onde os idosos com idades compreendidas entre os 60 e os 64 anos “são abrangidos por benefícios”. O kit de apoio em vigor pode ser levantado até 30 de Junho.

       

      No sentido de aumentar a taxa de vacinação contra a Covid-19 no território, as autoridades devem alargar o âmbito do kit de apoio aos idosos aos indivíduos com idade entre os 60 e os 64 anos, defende a deputada Lo Choi In numa interpelação escrita ao Governo da RAEM.

      Depois de divulgado o projecto de distribuição de kits de apoio ao combate à epidemia para idosos, a parlamentar acredita que o mesmo deverá abranger ainda mais pessoas. Recorde-se que o referido projecto contempla a atribuição de vouchers até 250 patacas aos idosos que tenham completado 65 anos e tenham recebido duas doses da vacina contra a Covid-19, mas a deputada vai mais longe e pede que as pessoas com idade compreendida entre os 60 e 64 anos também tenham acesso a esse incentivo. “O projecto obteve ampla participação e reconhecimento da população e reforçou, de forma mais eficaz, a iniciativa dos idosos em vacinar-se”, notou a também presidente da Associação de Desenvolvimento dos Serviços Sociais de Macau-Guangdong.

      A deputada agarra-se aos dados divulgados pelos Centros de Protecção da Saúde das regiões vizinhas para sustentar a sua ideia. “Mais de 90% das mortes na última onda da pandemia envolveram idosos a partir dos 60 anos, o que demonstra que os idosos continuam a ser a prioridade na prevenção da epidemia”.

      Lo Choi In lembra que o projecto de distribuição de kits de apoio ao combate à epidemia para idosos “visa incentivar os idosos a vacinarem-se, cuidar da saúde dos idosos, e divulgar a tradição chinesa de respeito e amor aos idosos, para se construir em conjunto uma barreira comunitária para prevenção da pandemia, mas falta incentivo e carinho para com os idosos com idades compreendidas entre os 60 e os 64 anos”. “Os benefícios relativos às tarifas com os transportes são alvo de críticas da população, por não abrangerem os idosos com idades compreendidas entre os 60 e os 64 anos, e olhando à volta de Macau, verifica-se que, nas cidades vizinhas de Zhuhai e Hong Kong, todos os residentes a partir dos 60 anos são abrangidos pelos benefícios em causa, portanto, há que alterar critérios”, sugeriu.

      Mais, a parlamentar acredita que o enquadramento legal vigente em Macau demonstra que existe fundamento para estender os benefícios em causa a outras faixas etárias. “Os serviços competentes, atentos às preocupações da população, reduziram para 60 anos a idade para a atribuição da pensão para idosos, uma medida que demonstra o carinho do Governo para com os idosos da RAEM”, notou.

      Actualmente, Macau tem 90% da população vacinada com pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19. Contudo, a baixa taxa de vacinação a partir dos 60 anos ainda é considerada pelas autoridades como preocupante, ainda mais porque os mais velhos são considerados grupo de risco. A iniciativa, organizada pela Fundação Macau, Serviços de Saúde e Instituto de Acção Social, soma-se aos apelos das autoridades para que a população mais velha seja vacinada. O kit de apoio pode ser levantado até 30 de Junho.

       

      PONTO FINAL