Edição do dia

Domingo, 19 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
26 ° C
26.9 °
25.9 °
73 %
6.7kmh
20 %
Sáb
25 °
Dom
24 °
Seg
24 °
Ter
26 °
Qua
24 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeDeputado redobra preocupações com o desenvolvimento da zona do Porto Interior

      Deputado redobra preocupações com o desenvolvimento da zona do Porto Interior

      Zheng Anting mostra-se preocupado com o futuro daquela zona da cidade. Depois de ter questionado o Governo sobre os problemas com as inundações, o parlamentar vem agora falar sobre o desenvolvimento de um local que “está muito deteriorado, pois faltam instalações complementares, tais como, de comércio, de lazer, desportivas e escolares”.

       

      Depois de há pouco tempo ter lembrado ao Executivo liderado por Ho Iat Seng que “o problema das inundações no Porto Interior já vem incomodando os moradores desta zona há muitos anos”, Zheng Anting voltou a interpelar o Governo sobre o plano de desenvolvimento para aquela zona do território.

      Para o deputado da Assembleia Legislativa (AL), e de acordo com vários moradores daquela zona, “o Porto Interior está muito deteriorado, pois faltam instalações complementares, tais como de comércio, de lazer, desportivas e escolares”. “O Governo apresentou um plano de reordenamento do Porto Interior, que até foi considerado como um dos pontos mais importantes do plano de reordenamento dos bairros antigos, no entanto, até ao momento ainda não se viu nenhum resultado”, notou Zheng Anting, acrescentando que alguns residentes esperam que o Governo “acelere a construção de uma ‘rua de comércio costeira e um parque costeiro dinâmicos’ no Porto Interior, com vista a melhorar o ambiente habitacional da zona e as instalações complementares, e de um corredor marginal que ligue a Barra ao Fai Chi Kei”.

      O também membro da 12.ª Conferência Consultiva Política do Povo Chinês da província de Guangdong considerou que o Governo local “tem-se empenhado na construção da Linha Oeste do Metro Ligeiro e está a aumentar gradualmente a melhoria da capacidade de resposta às inundações do Porto Interior”. Para isso, o Executivo definiu no Plano Director da RAEM (2020-2024) as respectivas funções e rumo de desenvolvimento de cada zona, estabelecendo um plano para construir “uma rua de comércio costeira e um parque costeiro dinâmicos”, bem “como criar o Centro Modal de Cooperação Regional de Shizimen e a Cintura de Cooperação de Um Rio, Duas Margens” na zona do Porto Interior. “Os residentes esperam que as autoridades definam, quanto antes, um plano de desenvolvimento mais pormenorizado para a zona UOPG Central–3, com vista a melhorar o ambiente habitacional dos residentes, facilitar as deslocações, e melhorar as instalações complementares e o ambiente comercial desta zona”, atirou Zheng Anting, acrescentando que “o desenvolvimento do Porto Interior vai contribuir para interligar as atracções envolventes, criando uma cintura de turismo histórico na zona costeira”.

      Por outro lado, refere ainda o parlamentar, “com o aumento gradual da capacidade de carga terrestre na Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau e no posto fronteiriço da Ilha de Hengqin, o Governo deve proceder a um estudo e avaliação global sobre todos os postos fronteiriços e terminais marítimos de carga existentes em Macau, definindo as funções e o rumo de desenvolvimento de cada terminal marítimo de carga, de acordo com as necessidades reais e previsões científicas”. “Os trabalhos para a construção do túnel subaquático entre o Porto Interior e Wanzai, em Zhuhai, só vão avançar se se confirmar a necessidade de aumentar o número de postos fronteiriços”, disse Zheng Anting.

      O deputado agarra-se a algumas opiniões no seio da sociedade que defendem que a construção deste túnel e a sua ligação com a linha Oeste do Metro Ligeiro vão contribuir para a construção do Centro Modal de Cooperação Regional de Shizimen, o que, consequentemente, “vai aprofundar a cooperação entre Guangdong e Macau, e facilitar as deslocações dos residentes e turistas”.

       

      PONTO FINAL