Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
26.3 ° C
27.6 °
25.9 °
94 %
2.1kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
27 °
Sex
27 °
Sáb
27 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaAlice Ieong inaugura exposição de pintura na Creative Macau

      Alice Ieong inaugura exposição de pintura na Creative Macau

      A artista local apresenta “Espaço Cintilante e Magnífico”, um conjunto de diversos trabalhos de pintura a óleo, todos inéditos, naquilo que compõe a sua segunda exposição a título individual e uma estreia na Creative Macau. A frequentadora do mestrado de Arte em Belas Artes, na Universidade Chinesa de Hong Kong, deseja “que as pessoas achassem as minhas obras de arte coleccionáveis, esteticamente agradáveis, místicas e simbólicas”.

      A artista local Alice Ieong prepara-se para inaugurar, hoje, 16 de Junho, pelas 18h30, a exposição de pintura “Espaço Cintilante e Magnífico” na Creative Macau. Trata-se de uma mostra que apresenta nove trabalhos, todos inéditos, e produzidos em 2022. A mostra ficará patente durante um mês até 16 de Julho.

      Em declarações ao PONTO FINAL, a artista explicou que vai revelar sete quadros, pintados a óleo, em tamanho quadrado de 120 por 120 centímetros. E, ainda, um conjunto de 10 quadros que compõe uma única obra de nome “Espaço em construção” onde cada obra, circular, terá o diâmetro de 25 centímetros, também pintadas a óleo. Por fim, a exposição terá ainda uma instalação denominada “Construindo um Espaço Cintilante e Encantador”. “Esta é a minha segunda exposição individual e a primeira exposição individual com a Creative Macau”, começou por dizer, apesar de já ter participado noutras colectivas.

      Em contraste com a paisagem, a artista “usou as cores dos contos de fadas para criar espaços imaginários de ficção e fantasia”. “As paisagens sem estações que habitam em si, não têm o amanhecer, nem o anoitecer, nem fenómenos astronómicos. Linhas caindo, círculos flutuantes, formas geométricas e elementos mundanos aparentemente reconhecíveis e outros não, são sinónimos da sua imaginação que se destacam nas suas pinturas, conferindo-lhe contemporaneidade. Os tons das pinturas provocam emoções de frieza e distância, espaços deslocados da realidade, nem as pessoas surgem como reais e o tempo imóvel e o que aparentemente é estático, move-se em algum sentido”, pode ler-se na sinopse da exposição, divulgada pela Creative Macau.

      Alice Ieong está “feliz” pela oportunidade concedida para mostrar as suas mais recentes obras de arte num local com uma instalação atmosférica para complementar todo o tema da exposição. Espero que o requinte das obras de arte surja e seja capaz de construir uma conexão profunda. Gostaria que as pessoas achassem as minhas obras de arte coleccionáveis, esteticamente agradáveis, místicas e simbólicas”, desejou a autora, acrescentando que “não podendo compreender o seu alcance, tirando a moldura objectiva onde o olhar possa atingir e imaginar os fenómenos da vida num lugar onde ela exista, as pinturas levam-nos ao ponto de saída ou ponto de entrada previamente determinado.

      Alice Ieong frequenta, actualmente, o mestrado de Arte em Belas Artes, na Universidade Chinesa de Hong Kong. Despertou-lhe o interesse por explorar em forma de arte, aspectos da vida, o ser humano, crenças e a sociedade. A curiosidade e a paixão pela arte decidiram o seu caminho artístico. A sua inspiração criativa tem origem no seu ambiente colorido e paisagem cultural. Um trabalho foi seleccionado para a Exposição de Obras de Artistas de Macau 2019 no Museu Nacional de Arte da China, em Pequim.

      Recorde-se que Alice Ieong participou, recentemente, na exposição colectiva “Esquece a Moldura”, promovida pela Associação para o Desenvolvimento das Novas Mulheres de Macau, juntamente com as artistas Celeste C. da Luz e Su Cheng. A mostra, que terminou no passado dia 15 de Maio, visava quebrar estereótipos de género, teve a curadoria de Carol Lei e Hannah Ieong e esteve patente no novo espaço cultural das Vivendas de Mong-Há.

      PONTO FINAL