Edição do dia

Quinta-feira, 30 de Junho, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
aguaceiros fracos
26.9 ° C
31 °
26.9 °
94 %
5.1kmh
40 %
Qui
28 °
Sex
29 °
Sáb
28 °
Dom
29 °
Seg
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Internacional Ilustrações de artista ucraniano tornam-se virais

      Ilustrações de artista ucraniano tornam-se virais

      Os mais recentes trabalhos de Dmitriy Kryvonos estão em todo o lado na Internet. Três cartazes que contêm em letras garrafais a palavra TERRORUSSIA, todos eles a fazer analogias com um dos maiores símbolos da Rússia, a tradicional boneca-brinquedo matrioska, estão a ser partilhados pelos cibernautas, precisamente, com a hashtag #terrorussia. Ao PONTO FINAL, revelou que a ideia é produzir sete cartazes no total.

      Num cartaz pode ver-se uma matrioska gigante, com o seu ar bucólico, mas pintada com bombas, no meio de uma cidade ucraniana destruída. Noutro, a tradicional boneca de madeira está pintada com chamas e jaz, serena, dentro de uma casa em ruínas, onde se destaca um berço de um bebé. Ainda num outro cartaz, a matrioska é comparada a uma bala que se retira de um corpo ferido, junto de uma pinça de cirurgia e laivos de sangue.

      Os três cartazes, mas podem ser mais nos próximos dias, são da autoria de Dmitriy Kryvonos, um artista gráfico ucraniano, natural de Vasilkov e residente na capital Kiev. “Três estão feitos. Dois estão em andamento, estando mais alguns em ideia. Eu planeei fazer sete para que funcionassem como bonecas aninhadas”, começou por dizer ao PONTO FINAL.

      Kryvonos, que estudou na Academia Nacional de Belas Artes e Arquitectura da Ucrânia, é conhecido por fazer animação para filmes e jogos de computador, mas também por diversos cartazes de sátira e crítica política, e ainda alguns cartoons. No Dia da Rússia, que se comemora a 12 de Junho de cada ano, divulgou na sua conta no Facebook os trabalhosque têm sido disseminados pelas redes sociais, tendo já se tornado virais com a hashtag #terrorussia. “TERRORUSSIA” é a única palavra que se pode ler no início de cada uma dasilustrações.

      “Acho que os cartazes podem chamar a atenção para alguma questão. E as redes sociais são como uma plataforma para expressar opiniões com um público potencialmente enorme”, referiu o autor, admitindo, em seguida, “que não acredita que um cartaz possa convencer tanto um oponente ideológico que ele mude o seu ponto de vista, mas esse cartaz é definitivamente capaz de reunir os apoiantes da ideia que está a ser promovida, e talvez para convencer aqueles que duvidam ou são indiferentes a ela”.

      Profissional da Animagrad – estúdio fundado em 2012 como parte do FILM.UA Group e que se tornou num dos principais estúdios de animação da Europa Oriental –, Kryvonosusa um dos símbolos da Rússia, a tradicional boneca de madeira matrioska, para mostrar, à sua maneira, como é que os russos estão a destruir e a espalhar o terror na Ucrânia. “A Rússia traz morte e destruição ao meu país, escondendo-se atrás da máscara de um irmão bom e gentil que veio em nosso auxílio. A Rússia anexa os nossos territórios, destrói as nossas cidades, mata o nosso povo, intimida a nossa população com armas nucleares, enquanto nos convence, a todos ao nosso redor e até a nós mesmos, que isso é feito com boas intenções”, desabafou Kryvonos.

      As publicações do ucraniano, especialista em ferramentas como Photoshop, Premiere Pro ou After Effects, depressa receberam centenas de gostos, comentários, partilhas. Dentre os comentários há um pouco de tudo, mas a grande maioria elogia o trabalho gráfico e a coragem de Kryvonos. Pelo meio ainda umas alfinetadas. Um artista russo de nome Snezhny Gorodok pergunta a Kryvonos, em russo. “E como você queria que fosse?” O ucraniano foi peremptório na resposta: “Nada de bom de ti seria esperado”. O russo ripostou: “Em breve você será da Rússia, não chore” e Kryvonos voltou a responder “o teu império vai tremer”. Gorodok, acabou por ser mais pacifista no seguimento: “Kryvonos, você desenha bem, mas pensa mal”. E por ali terminou a troca de farpas.

      Antes de integrar os quadros da Animagrad, Dmitriy Kryvonos fez animação e design para jogos de computador para a antiga Boston Animation, dos Estados Unidos da América – que possuía uma divisão na Ucrânia para desenvolvimento de jogos – e na Yarki Studio, na Ucrânia. Passou ainda pela empresa Babich Design, sediada em Kiev. Ao longo da sua carreira já foi agraciado com diversos prémios pelos seus desenhos e ilustrações.