Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Setembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.4 °
27.9 °
89 %
6.2kmh
40 %
Qui
28 °
Sex
28 °
Sáb
29 °
Dom
29 °
Seg
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Cloee Chao acredita que concessionárias vão aproveitar novas licenças para despedir trabalhadores

      Cloee Chao acredita que concessionárias vão aproveitar novas licenças para despedir trabalhadores

      Cloee Chao, presidente da Associação de Direitos dos Trabalhadores do Jogo, diz que as concessionárias de jogo estão à espera de receber novas licenças para procederem ao despedimento de trabalhadores locais. Em entrevista ao portal Macau News Agency, a responsável da associação afirmou: “A razão pela qual não há despedimentos agora é porque eles precisam de requerer licenças de jogo. Espero que o Governo acrescente regulamentos específicos e imponha condições adicionais ao emitir as licenças de jogo, exigindo que as concessionárias de jogo não despeçam funcionários”.

      Chao indicou também que recebeu cartas de trabalhadores de casinos-satélite que dizem esperar, quando os casinos-satélite onde trabalham encerrarem, serem integrados nas operadoras de jogo a que estão ligados. Cloee Chao afirmou que, depois da mudança dos casinos-satélite para as operadoras, parte dos salários dos trabalhadores poderá vir a ser cortado: “Por exemplo, o salário nas concessionárias é agora de cerca de 20 mil patacas a 30 mil patacas. Após a mudança de emprego, o seu salário pode ser reduzido em duas ou três mil patacas. Embora ainda não tenha havido transferências de postos de trabalho, já sabemos o resultado provável”.

      “Todos estão à espera de que o Governo introduza políticas relevantes, porque dentro de uma semana ou duas será o dia de emitir licenças de jogo, e depois de as concessionárias de jogo obterem as suas licenças de jogo poderão reduzir os salários dos trabalhadores”, reiterou a líder da Associação de Direitos dos Trabalhadores do Jogo, frisando: “Já sabemos que esta situação pode durar dois ou três anos, todos os empregados da indústria do jogo, hotéis e indústrias relacionadas expressaram grande preocupação e pensam que o problema é muito grave”.

       

       

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau