Edição do dia

Segunda-feira, 27 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
27.9 ° C
31.5 °
26.9 °
94 %
6.2kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
28 °
Qua
25 °
Qui
26 °
Sex
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeTurismo deposita esperança nas férias de Verão

      Turismo deposita esperança nas férias de Verão

      Maria Helena de Senna Fernandes, directora dos Serviços de Turismo, pretende que o território consiga recuperar gradualmente os turistas que perdeu, com a esperança de que o número de entradas diárias de visitantes atinja os 40 mil à medida que se aproxima o Verão.

       

      As autoridades anunciaram o alargamento da validade dos testes de ácido nucleico para quem passa as fronteiras para Zhuhai, que passou a ser de sete dias. No seguimento, a directora dos Serviços de Turismo (DST), Maria Helena de Senna Fernandes, mostrou-se esperançada com o regresso gradual aos níveis do ano passado, com um número de entradas diárias de visitantes de 30 a 40 mil, dizendo também que o organismo continuará a oferecer descontos em hotéis e voos aos visitantes na esperança de atrair mais turistas para o território durante as férias de Verão.

      Em declarações à imprensa, Helena de Senna Fernandes também anunciou a possível realização da Semana de Macau em Qingdao, na província de Shandong, no mês de Agosto, devido “ao bom ambiente e clima amigável” desta cidade costeira chinesa, acrescentando que o organismo irá destacar pessoal para visitar o local e estudar essa viabilidade neste mês.

      Para a nova iniciativa “Roteiros para visitas de estudo” adicionada ao programa de excursão local “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, cujos destinatário são os estudantes dos ensinos secundário, primário e especial de Macau que sejam residentes, a directora da DST afirmou que mais de 20 mil residentes se inscreveram desde o primeiro dia até ontem, esperando atingir os 60 mil residente no seu lançamento em Junho e Julho.

      Senna Fernandes disse também que Macau terá um tema específico para promover o turismo todos os meses, e a DST já criou uma conta no TikTok para melhorar a promoção digital no mercado do interior da China. Afirmou também que a caravana promocional itinerante na Grande Baía já está pronta, no entanto, existe ainda alguma preocupação do Governo provincial de Guangdong sobre a recorrência dos surtos de Covid-19 devido a aglomerações de pessoas.

      Por outro lado, a líder da DST referiu que está a ser preparado um novo projecto, um “Festival de Gastronomia das Cinco Cidades Criativas de Gastronomia da China”. Senna Fernandes afirmou que o organismo irá realizar o Festival de Gastronomia conjuntamente com quatro cidades gastronómicas chinesas: Chengdu, da província de Sichuan, Shunde, da província de Guangdong, Yangzhou e Huaian, da província de Jiangshou. O evento deverá realizar-se na Praça do Lago Sai Van em Setembro deste ano, e os detalhes ainda não estão finalizados, O projecto não substituirá o Festival Gastronómico de Macau, salientou Senna Fernandes.

      Em resposta a algumas informações que têm circulado afirmando que Hong Kong e Macau podiam relaxar as suas medidas de quarentena em Agosto, Senna Fernandes afirmou estar surpreendida e esclareceu que as autoridades não emitiram qualquer informação relevante sobre este assunto. “Não sei se alguns hotéis compreenderam mal o que lhes sugerimos, que lançassem mais actividades para atrair turistas durante as férias de Verão, mas posso esclarecer que nós não recebemos qualquer indicação nesse sentido [relaxamento de medidas]”, ressaltou a directora.

      Wong Fai, presidente da Associação de Indústria Turística de Macau, afirmou também que o sector não recebeu qualquer notícia sobre a possibilidade de relaxamento das medidas de quarentena entre Macau e Hong Kong em Agosto, mas espera que o Governo possa procurar activamente diferentes medidas para facilitar a passagem de fronteiras entre estas duas regiões. Acrescentou que, dada a natureza da nova variante do vírus, a taxa de mortalidade é relativamente baixa, apesar da sua elevada infecciosidade, e que já existem medidas mais flexíveis em vigor em Hong Kong perante país estrangeiros, dizendo acreditar que as autoridades de Macau estão em posição de explorar a possibilidade de reabertura das fronteiras com o Governo de Hong Kong.

      Wong salientou também que os visitantes de Hong Kong sempre foram responsáveis, esperando que seja criado um modo equilibrado de passagem da fronteira entre Hong Kong, Macau e o interior da China, algo que irá ajudar a promover e impulsionar a economia local.

       

       

      PONTO FINAL