Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Setembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.4 °
27.9 °
89 %
6.2kmh
40 %
Qui
28 °
Sex
28 °
Sáb
29 °
Dom
29 °
Seg
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Cultura Ada Zheng revela a segunda versão da sua Macau no ‘Hold on...

      Ada Zheng revela a segunda versão da sua Macau no ‘Hold on to Hope Project’

      Depois de no passado mês de Abril ter inaugurado a primeira versão de “Home’s Where the Heart is” na galeria da Fundação Rui Cunha, a artista local Ada Azhang vai agora expor, de 4 a 26 de Junho, na galeria ‘Hold on to Hope Project’, em Ka-Hó, a segunda versão do projecto. A inauguração está marcada para as 16h. Trata-se da segunda exposição a solo da jovem artista, especializada em pintura de paisagem em aguarela. “A maioria dos trabalhos são pinturas em aguarela de paisagens de Macau, mas também há algumas pinturas a óleo de flores. Algumas pinturas estiveram patentes da Fundação Rui Cunha, mas a grande maioria são inéditos”, explicou ao PONTO FINAL a autora.

      A exposição, que reúne um conjunto de 39 pinturas em aguarela, óleo, acrílico e técnica mista, estará patente no espaço explorado pela Associação de Reabilitação de Toxicodependentes de Macau (ARTM). “Poderemos ver o seu estilo único de pintura e a impressão de Macau que teve enquanto pintora que não nasceu no território”, disse ao PONTO FINAL o presidente da ARTM, Augusto Nogueira, que revelou que a mostra, ao contrário do que sucedeu na Fundação Rui Cunha, não tem curadoria.

      A artista chinesa, que se mudou para Macau há sete anos, por casamento, e que, com a sua pincelada e estilo únicos, descreve a paisagem urbana e os costumes do território através do seu olhar de imigrante, está rendida ao charme local, conforme se pode ler no comunicado de imprensa enviado às redacções.

      Ada Zhang é natural de Sichuan, na China continental, e é especialista em aguarela, pintura a óleo, desenho e esboço. É membro da Associação de Artes de Macau, da Associação de Arte da Juventude de Macau, da Associação de Pintura de Macau e da Associação dos Artistas de Aguarela Contemporâneos de Macau. As suas obras ganharam o Prémio de Excelência do Concurso de Desenho Cheng Yang Bazhai em 2021 e foram seleccionadas para a Bienal de Aguarela da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau de 2021.