Edição do dia

Sexta-feira, 24 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
25.8 ° C
25.9 °
25.4 °
94 %
4.1kmh
40 %
Qui
26 °
Sex
26 °
Sáb
26 °
Dom
28 °
Seg
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadePolícia Judiciária e Associação de Hotéis estreitam cooperação

      Polícia Judiciária e Associação de Hotéis estreitam cooperação

      Realizou-se no passado dia 24 de Abril uma reunião entre representantes da Polícia Judiciária (PJ) e a Associação de Hotéis de Macau. O encontro serviu para a corporação policial apresentar os seus serviços aos responsáveis dos hotéis e aprofundar a sua cooperação com os mesmos.

       

      Representantes da Polícia Judiciária (PJ) encontraram-se no dia 24 de Abril com a Associação de Hotéis de Macau. Uma reunião que serviu para estreitar a cooperação entre os dois organismos. De acordo com um comunicado divulgado pela corporação policial, os representantes da PJ apresentaram o funcionamento e eficácia do mecanismo de denúncias existente e salientaram que, desde o ano passado, a PJ tem recebido queixas através deste mecanismo, nomeadamente de suspeitas de casos de homicídio, roubo, prostituição, utilização de bilhetes de identidade falsos, permanência ilegal no território e sequestros.

      Os agentes apresentaram os trabalhos relativos ao policiamento comunitário, e garantiram que a PJ está “profundamente envolvida na comunidade e mobiliza activamente as forças comunitárias para participar nos trabalhos de prevenção do crime, com a polícia e a comunidade a trabalharem em conjunto para construir uma rede de segurança comunitária”.

      A PJ assegura que tem trabalhado com diferentes sectores da comunidade no sentido de “promover o trabalho de prevenção do crime” em “diferentes grupos etários e sectores profissionais, organizando diferentes actividades de prevenção do crime e de cuidados comunitários, com o objectivo de aumentar a atenção e a capacidade da comunidade para lidar com o crime”, lê-se no comunicado divulgado pela corporação.

      Citada no comunicado da PJ, Jocelyn Wong, representante da Associação dos Hotéis de Macau, salientou que, “embora o número de visitantes tenha diminuído significativamente neste trimestre devido à pandemia, a polícia tem mantido uma comunicação activa com a indústria hoteleira durante o período da epidemia, sem esquecer a aplicação da lei”. “Cooperaremos activamente com a polícia nos seus esforços para promover a aplicação da lei e a prevenção do crime, para prevenir e combater o crime no hotel e arredores, de modo a manter a boa ordem pública e o ambiente empresarial e proteger as vidas e propriedades do público e dos turistas”, indicou Jocelyn Wong.

      Ao PONTO FINAL, Luís Herédia, presidente da Associação de Hotéis de Macau, explicou que a reunião serviu apenas para a PJ apresentar os serviços prestados à comunidade e para a troca de contactos para conhecimento mútuo. O PONTO FINAL também tentou saber, junto do Gabinete do secretário para a Segurança, qual o número de crimes que se têm verificado no interior de hotéis ao longo dos últimos anos, mas as autoridades indicaram que não têm esses dados.

       

      PONTO FINAL