Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
24 ° C
24.9 °
23.9 °
100 %
2.6kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
26 °
Sex
27 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeDiagnosticados três casos importados assintomáticos e duas recaídas

      Diagnosticados três casos importados assintomáticos e duas recaídas

      O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus anunciou ontem, em nota de imprensa, que três residentes de Macau foram classificados como casos importados de infecção assintomática e, ao mesmo tempo, outras duas residentes foram classificadas como casos de recaída.

       

      Três residentes de Macau foram classificados como casos importados de infecção assintomática, anunciou ontem o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus. O primeiro caso trata-se de uma residente, com 36 anos, proveniente da Tailândia via Singapura, que recebeu três doses da vacina inactivada em Outubro e Novembro de 2021, e em Março deste ano. No dia 29 de Abril, o teste realizado deu resultado negativo, tendo apanhado o voo TR611 (assento 37A) da Tailândia para Singapura. No dia seguinte, apanhou o voo TR904 (assento 26F) de Singapura para Macau. Ao entrar, um teste de ácido nucleico revelou-se positivo.

      Já o segundo caso trata-se de um residente, com 74 anos, proveniente de Hong Kong, que foi inoculado com duas doses da vacina mRNA e uma dose da vacina inactivada da Sinovac em Outubro e Novembro de 2021, e em Abril de 2022. No dia 30 de Abril, apanhou o autocarro dourado de Hong Kong para Macau. À entrada, foi submetido a um teste de ácido nucleico que devolveu um resultado positivo.

      Por fim, o terceiro caso trata-se também de uma residente, com 66 anos, proveniente do Reino Unido via Singapura, que recebeu duas doses da vacina mRNA, em Setembro e Novembro de 2021, tendo negado qualquer historial de infecção. No dia 24 de Abril, o teste realizado no Reino Unido foi negativo. Dois dias depois apanhou o voo para Singapura, e no dia 27 de Abril apanhou o voo TR904 (assento 25F) de Singapura para Macau. Ao entrar, o seu teste revelou-se negativo, tendo sido encaminhada para o Hotel Tesouro para observação médica. Nos dias 28, 29, 30 de Abril, os testes de ácido nucleico revelaram-se negativos, mas no dia 2 de Maio foi novamente sujeita a um teste cujo resultado se revelou positivo, tendo sido encaminhada para o Alto de Coloane para isolamento médico.

      O primeiro caso de recaída, trata-se de uma residente local, com 22 anos, proveniente do Reino Unido via Singapura, que recebeu três doses da vacina inactivada da chinesa Sinopharm em Junho e Agosto de 2021, e em Janeiro deste ano. No dia 27 de Abril, o teste realizado no Reino Unido foi negativo. No dia 29 de Abril, apanhou o voo SQ317 (assento 32A) do Reino Unido para Singapura. No dia 30 de Abril, apanhou o voo TR904 (assento 30D) de Singapura para regressar a Macau. Ao entrar no território, foi sujeita a teste que se revelou inconclusivo, tendo sido encaminha para isolamento médico. No dia 1 de Maio, foi novamente sujeita a um teste cujo resultado se revelou positivo. A jovem mulher foi diagnosticada como caso confirmado em Dezembro de 2021.

      O segundo caso de recaída é referente também a uma residente, com 11 anos, proveniente de Hong Kong, tendo-lhe sido administrada uma dose da vacina inactivada chinesa Sinovac em Fevereiro de 2022. No dia 1 de Maio, apanhou o autocarro dourado de Hong Kong para Macau. Ao entrar, o teste de ácido nucleico revelou-se negativo, tendo sido encaminhada para o Hotel Tesouro. No dia 2 de Maio, foi sujeita a um teste cujo resultado foi positivo, tendo sido também encaminhada para o Centro Clínico de Saúde Pública. A criança foi diagnosticada com infecção no dia 28 de Fevereiro.

      Até ao momento, foram registados em Macau 82 casos confirmados de Covid-19 e 102 casos de infecção assintomática.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau