Edição do dia

Sábado, 18 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.9 ° C
28.9 °
26.9 °
78 %
3.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
24 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaDeputados sugerem aposta no turismo

      Deputados sugerem aposta no turismo

      O turismo também está a preocupar os deputados à Assembleia Legislativa (AL). Na reunião plenária de ontem, Angela Leong, Wang Sai Man e Lo Choi In deixaram sugestões sobre como o Governo deve ultrapassar a crise no sector. Angela Leong afirmou que o Governo deve promover ainda mais o turismo inteligente e explorar, através de meios tecnológicos, as experiências digitais, criando “mais cenários virtuais digitalizados que contem histórias originais, desenvolver instrumentos que ofereçam ‘experiências interactivas aprofundadas’, e organizar exposições virtuais, entre outras, oferecendo mais ‘experiências’ aos turistas, tudo isto para contribuir para a transformação de Macau num centro mundial de turismo e lazer”.

      Já Wang Sai Man assinalou que “a redução do número de turistas por causa da epidemia é uma oportunidade para revitalizar os pontos turísticos e criar uma zona de turismo cultural com características próprias” e, por isso, “o Governo deve quebrar as limitações de pensamento, introduzir elementos de turismo e lazer diversificados, criar novos pontos de referência turísticos e culturais, estender esses pontos de referência às regiões vizinhas, atrair turistas, incentivar o consumo e dinamizar a economia comunitária”.

      O deputado eleito pela via indirecta propôs a criação de percursos históricos interligados pela Avenida de Almeida Ribeiro, partindo da Ponte 16. Além disso, sugeriu também “jogos de detective” e um festival “Macau de 1900”, onde seria recriada a Macau desse ano. “O Governo tem de aprender com as regiões vizinhas, adaptar-se à nova tendência do mercado, e ser criativo para contar bem as histórias de Macau. Isto para transformar Macau numa cidade-museu ou museu-cidade, para se alcançar o objectivo de construção dum centro mundial de turismo e lazer”.

      Lo Choi In, por fim, pediu ao Governo que relaxe o requisito da validade do teste de ácido nucleico para sete dias para quem vem do interior da China, o que aumentaria a chegada de visitantes do continente. Actualmente, a validade do teste de ácido nucleico para quem vem do interior da China é de 48 horas. “Solicito também ao Governo que se empenhe na flexibilização das formalidades do visto individual de entrada em Macau para as cidades seguras do interior da China e estude a liberalização das excursões de pequena dimensão dessas cidades”, pediu. O deputado Cheung Kin Chung pediu ao Executivo para diversificar as fontes de visitantes.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau