Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
24 ° C
24.9 °
23.9 °
100 %
2.6kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
26 °
Sex
27 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaPequim exige implementação do princípio “Macau governada por patriotas”

      Pequim exige implementação do princípio “Macau governada por patriotas”

      Após as sessões da Assembleia Popular Nacional (APN) e da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC), Ho Iat Seng partilhou os “ensinamentos” que recebeu em Pequim. O princípio “Macau governada por patriotas”, o desenvolvimento socioeconómico, a integração na conjuntura do desenvolvimento nacional e a melhoria da qualidade de vida dos residentes são os pontos-chave apontados pelo Chefe do Executivo. Ho Iat Seng afirmou também que o princípio “Macau governada por patriotas” passa a ser uma exigência de Pequim.

       

      Depois das sessões deste ano da Assembleia Popular Nacional (APN) e da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC), Ho Iat Seng apresentou as suas conclusões sobre “As Duas Sessões”. Numa sessão de “transmissão e aprendizagem” do espírito das duas reuniões em Pequim, o Chefe do Executivo partilhou os “ensinamentos” que recebeu, que passam pelo princípio “Macau governada por patriotas”, a recuperação económica, Hengqin e o bem-estar da população. No discurso, Ho Iat Seng chamou a atenção para o facto de, a partir de agora, o princípio “Macau governada por patriotas” ser uma exigência do Governo Central.

      “A atenção e o apoio do país e os ensinamentos e instruções dos líderes apontam uma direcção clara e fornecem uma força inesgotável para o desenvolvimento de Macau”, afirmou o Chefe do Executivo, citado num comunicado do Governo.

       

      Primeiro desígnio: fomentar o patriotismo

      O primeiro destaque de Ho Iat Seng foi para o princípio “Macau governada por patriotas” e para a salvaguarda do “poder pleno de governação” do Governo Central. No discurso, Ho afirmou que “a implementação firme do princípio fundamental ‘Macau governada por patriotas’ é uma base importante para garantir a prática a longo prazo de ‘Um País, Dois Sistemas’ e é a chave da prosperidade e estabilidade duradouras de Macau”.

      O Chefe do Executivo adiantou que, este ano pela primeira vez, este princípio foi incluído no “Relatório de Trabalho do Governo”, o que “demonstra a determinação e a firmeza do Governo Central na prossecução plena, precisa e inabalável da política ‘Um País, Dois Sistemas’, sendo também uma nova exigência apresentada pelo Governo Central de acordo com a nova conjuntura”.

      O Chefe do Executivo garantiu que a RAEM vai assegurar que o poder político e a governação são apenas exercidos por “patriotas” e, além disso, “elevar cada vez mais a capacidade das forças patrióticas e de amor a Macau, reforçar a educação do amor à pátria e a Macau junto dos jovens, aumentar a consciência nacional e o espírito patriótico dos residentes e construir uma base social e política sólida para a implementação de ‘Um País, Dois Sistemas’”.

      Ho Iat Seng frisou também que o poder pleno de governação do Governo Central na RAEM “corresponde aos interesses fundamentais de todos os residentes de Macau”. “Iremos prevenir e conter firmemente a interferência de forças externas nos assuntos de Macau e salvaguardar de forma plena a segurança nacional e a estabilidade social”, sublinhou.

       

      Segundo desígnio: diversificação da economia

      O segundo ponto destacado por Ho Iat Seng tem a ver com o desenvolvimento de acções de recuperação do desenvolvimento socioeconómico e de prevenção e controlo da epidemia e aceleramento da diversificação adequada da economia. Aqui, Ho frisou que a diversificação da economia de Macau é “o único caminho para Macau alcançar a prosperidade e estabilidade duradouras” e uma “tarefa prioritária e inadiável do Governo”.

      O Chefe do Executivo garantiu que, este ano, o Governo “dará novos passos na aceleração da diversificação adequada da economia de modo a atingir novos avanços”. Ho prometeu que o Governo vai “apoiar e promover proactivamente as várias indústrias emergentes de relevância”, como a indústria big health, o desenvolvimento e a produção de medicamentos tradicionais chineses, a indústria financeira moderna, a indústria da tecnologia de ponta, as indústrias de convenções e exposições e comercial e as indústrias cultural e desportiva. Por outro lado, vai “aumentar continuamente a dinâmica, a vitalidade, a competitividade e a sustentabilidade do desenvolvimento da região, promover a recuperação e revitalização da economia e superar as dificuldades de desenvolvimento”.

      Quanto à prevenção da epidemia em Macau, “o Governo continuará a promover, de forma rigorosa, meticulosa e prudente, as diversas acções de prevenção e controlo da epidemia e a reforçar o sistema de prevenção e controlo de epidemias, consolidando e perseverando os resultados da prevenção da epidemia, os quais não foram fáceis de atingir”, assumiu.

       

      Terceiro desígnio: acelerar para Hengqin

      Outra das prioridades do Governo para este ano tem a ver com Hengqin e com a integração de Macau na conjuntura do desenvolvimento nacional. É na Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin que assentam as aspirações da diversificação da economia de Macau. “O Governo da RAEM irá cumprir efectivamente as suas responsabilidades, promover ordenadamente importantes planeamentos e medidas inovadoras, aperfeiçoar a construção de regimes e sistemas, acelerar a articulação das regras em matéria financeira, civil e comercial entre Guangdong e Macau, e fomentar o desenvolvimento de novas indústrias e novas formas de negócios”, prometeu Ho Iat Seng, acrescentando: “Iremos impulsionar proactivamente vários projectos em prol do bem-estar da população, designadamente o Projecto Novo Bairro de Macau, criando melhores condições para a vida, emprego e empreendedorismo dos residentes de Macau na Zona de Cooperação Aprofundada”.

      “Com vista à integração na conjuntura do desenvolvimento nacional, iremos aproveitar correctamente o papel e posicionamento da RAEM, potenciar o seu estatuto especial e vantagens singulares, e intensificar continuamente a integração de Macau na circulação nacional e o seu desempenho como elo de ligação na dupla circulação nacional e internacional”, sublinhou o líder do Governo.

       

      Quatro desígnio: melhor qualidade de vida da população

      Por fim, Ho Iat Seng também destacou como prioridade a melhoria da qualidade de vida da população e a intensificação de acções vocacionadas para a juventude. Nesse sentido, o Chefe do Executivo falou da reforma da administração pública, da elevação da capacidade de governação, da melhoria da eficiência dos serviços públicos e da procura de respostas para as preocupações dos residentes, como na habitação, saúde, educação, apoio aos idosos e ao emprego.

      Quanto aos jovens, que são “a esperança do país e da nação”, Ho Iat Seng disse que “é crucial a formação de uma nova geração de jovens com sentido de pertença nacional, visão internacional e capacidade de acompanhar a evolução dos tempos, e que transmita às futuras gerações a tradição honrosa do patriotismo e do amor a Macau”.

      Em conclusão, Ho Iat Seng deixou elogios a Pequim, nomeadamente no que toca ao combate à pandemia, na “construção de uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos”, na concretização das metas do primeiro centenário e na realização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim. “O desenvolvimento do país proporciona raras oportunidades e vastas perspectivas para o desenvolvimento de Macau”, referiu.

       

      PONTO FINAL