Edição do dia

Domingo, 19 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
83 %
6.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaRepresentantes da RAEM exaltaram “sucesso total” na conclusão da APN

      Representantes da RAEM exaltaram “sucesso total” na conclusão da APN

       

      Foi na passada sexta-feira o encerramento da quinta sessão da 13.ª Assembleia Popular Nacional (APN). Durante a sessão deste ano, que durou quase uma semana, os deputados de Macau apresentaram 81 propostas, deixando a delegação satisfeita por ter sido um recorde. Os representantes da RAEM destacaram ainda o bom andamento e sucesso da realização do evento, e que estão confiantes em alcançar as metas estabelecidas para este ano com a “forte liderança do Governo Central”.

       

      A 13.ª Assembleia Popular Nacional (APN) concluiu a sua quinta sessão anual em Pequim na passada sexta-feira. Em jeito de balanço, os representantes de Macau enalteceram o “sucesso total” e “grande importância” deste evento, manifestando a sua satisfação com os contributos dos representantes da RAEM.

      Citado pela emissora local em língua chinesa da Rádio Macau, o vice-chefe da delegação dos deputados da RAEM, Kou Hoi In, revelou que a delegação apresentou um total de 81 propostas este ano, que é o “maior volume da história”. “A quantidade e a qualidade das propostas apresentadas obtiveram a afirmação e reconhecimento da APN, e todos os deputados de Macau contribuíram do ponto de vista profissional, cujo resultado foi relativamente bom”, assinalou.

      O também presidente da Assembleia Legislativa frisou que a sessão de seis dias e meio resultou num calendário apertado, mas os 12 deputados de Macau participaram em todas as reuniões, indicando ainda que foi acrescentada uma plataforma electrónica nesta sessão para que as propostas pudessem ser apresentadas por via electrónica, pelo que acredita que o processamento de documentos será gradualmente mais digitalizado no futuro.

      Lau Ngai Leong, chefe da delegação de Macau, destacou ao jornal Ou Mun o “sucesso total” marcado tanto na realização, como no encerramento dessa sessão anual, que “consagra grande importância e conecta os trabalhos do passado e do futuro”.

      Apesar dos riscos de desafios acrescentados na sociedade, assinalados pela situação pandémica mundial, segundo salientou o deputado de Macau na APN, a sessão anual mostrou que, “sob a forte liderança do Governo Central, as autoridades serão capazes de superar as dificuldades e cumprir, com sucesso, as metas estabelecidas para este ano”.

      O empresário local apontou também que os deputados de Macau trabalharam activamente durante a sessão e apresentaram muitas propostas, apensar de a delegação de RAEM ter o menor número de membros na APN. Vários projectos foram submetidos acerca da Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin, o que reflecte a grande atenção dos representantes e da sociedade de Macau em acelerar o desenvolvimento da zona.

      Outro chefe da delegação de Macau, José Chui Sai Peng, teceu elogios à sessão, onde todas as opiniões expressas foram respondidas prontamente pelas comissões, cuja interacção foi “eficaz”, considerando que se sentiu a prática da “democracia do povo em todo o processo”. O deputado disse acreditar que o país entrará numa melhor etapa sob a orientação da ideologia focada no povo por parte do Presidente Xi Jinping.

      Quanto aos representantes da RAEM, José Chui Sai Peng garantiu que vão empenhar-se em “transmitir o espírito das duas sessões da APN e Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC) depois de regressarem a Macau, de modo a fazer um bom trabalho no cumprimento dos requisitos do país, especialmente na promoção do desenvolvimento económico de Macau e no ensino à próxima geração”.

      Na sessão deste ano, a maior parte da agenda de discussão dos deputados de Macau focou-se na Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin, de acordo com Ng Siu Lai. A também presidente da União Geral das Associações dos Moradores apontou que o plano geral da zona foi publicado há seis meses e espera que questões como transporte, passagem fronteiriça e gestão financeira transfronteiriça sejam facilitadas o mais rápido possível, para que se combine os recursos do Continente na promoção do desenvolvimento diversificado da economia em Macau.

       

      Aprovada proposta de manter 12 deputados da RAEM na APN

       

      Durante a reunião de encerramento da sessão da APN na passada sexta-feira foi aprovada a proposta sobre a cota e o método das eleições dos deputados da RAEM para o próximo mandato, com 2.756 votos a favor, um contra e zero abstenções.

      O diploma prevê que o número de deputados a eleger da RAEM para a 14.ª APN se mantenha em 12 representantes como actualmente, sugerindo que o número de candidatos à APN da RAEM seja fixado em 15 pessoas para “manter a seriedade e assegurar o bom andamento das eleições”. De acordo com a decisão, a eleição dos deputados deve ser concluída em Janeiro de 2023.

      Deste modo, o chefe da delegação dos deputados de Macau, Lau Ngai Leong, realçou que o método eleitoral aprovado está de acordo com os princípios nacionais e a situação real de Macau, reflectindo também a implementação do princípio de “Macau governado por patriotas”.

       

      PONTO FINAL