Edição do dia

Quinta-feira, 23 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
25.8 ° C
25.9 °
24.9 °
89 %
3.1kmh
40 %
Qui
26 °
Sex
26 °
Sáb
26 °
Dom
28 °
Seg
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaReconhecimento de Pequim aos trabalhos desenvolvidos pelo Governo da RAEM

      Reconhecimento de Pequim aos trabalhos desenvolvidos pelo Governo da RAEM

      Durante a sessão de intercâmbio para balanço e apresentação de perspectivas da acção governativa, o Chefe do Executivo mostrou-se satisfeito com os trabalhos realizados pelo Governo da RAEM nos últimos dois anos, sendo estes “altamente reconhecidos” pelo Governo Central. Ho Iat Seng, no entanto, salientou que a equipa governativa deve ponderar as insuficiências para os avanços no futuro.

       

      Relativamente aos resultados alcançados ao longo dos últimos dois anos do V Governo da RAEM, o Chefe do Executivo fez um balanço positivo, sendo os trabalhos desenvolvidos “altamente reconhecidos” pelo Presidente Xi Jinping e pelo Governo Central, refere um comunicado do Executivo.

      Na sessão realizada no passado sábado, Ho Iat Seng, apontou também que o Governo deve identificar as suas insuficiências e optimizar em diferentes áreas de acção governativa, de formar a “conquistar novos êxitos e ultrapassar as dificuldades”.

      Além de consolidar os resultados do desenvolvimento socioeconómico e da prevenção epidémica, a equipa governativa da RAEM deve empenhar-se a “fortalecer as vantagens de Macau como ponto de encontro das culturas chinesas e ocidentais, impulsionar a construção da Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin” e “esforçar-se para a concretização de um desenvolvimento melhor não desapontando o amor que o Governo Central tem por Macau”, frisou Ho Iat Seng.

      A RAEM terá o foco, para o ano financeiro de 2022, de acelerar a diversificação adequada da economia, aperfeiçoar as acções em prol do bem-estar da população e a implementação do governo electrónico. O Chefe do Executivo apelou ainda que seja promovida a construção da Zona de Cooperação Aprofundada, bem como a integração no desenvolvimento nacional, elevando o nível de governação pública.

      Na mesma ocasião, o secretário para a Administração e Justiça, André Cheong, salientou o trabalho promovido acerca da integração das funções dos serviços públicos, bem como a restruturação dos fundos autónomos, nomeadamente a reforma do regime de concessão de apoio financeiro da Fundação Macau.

      O secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, recordou que, enfrentando os impactos sociais causados pela pandemia, o Governo lançou uma série de medidas de apoio para estabilizar a economia, revelando que vai aprofundar o desenvolvimento interactivo entre os sectores de turismo, de convenções, de desporto, de comércio electrónico e com as indústrias criativas.

      Para o secretário para a Segurança, Wong Sio Chak, o Governo implementou nos últimos dois anos o regime jurídico de defesa da segurança nacional, contribuindo para o reforço do sistema e das suas capacidades. A gestão fronteiriça e a utilização da tecnologia para o trabalho policial serão reforçadas este ano.

      A secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Elsie Ao Ieong, atribuiu importância aos trabalhos de prevenção pandémica, incluindo a utilização do registo de itinerários, garantindo que vai haver um reforço dos esforços para elevar a taxa de vacinação nas crianças e nos idosos.

      Já o secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, assinalou que o Edifício Público situado no lote 6K nos novos aterros encontram-se na fase final. “A concepção e a execução de obras dos edifícios destinados aos tribunais de Última Instância, de Segunda Instância e Judicial de Base, a estação do Posto Fronteiriço da Flor de Lótus serão desencadeadas no ano de 2022”, adiantou.

       

      C.C.