Edição do dia

Quinta-feira, 18 de Agosto, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens quebradas
25.9 ° C
27.1 °
25.9 °
94 %
6.2kmh
75 %
Qua
28 °
Qui
30 °
Sex
31 °
Sáb
29 °
Dom
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Desporto Cromo de Cristiano Ronaldo vendido por cerca de 650 mil patacas

      Cromo de Cristiano Ronaldo vendido por cerca de 650 mil patacas

      O primeiro cromo do craque português Cristiano Ronaldo, quando jogava pelo Sporting Clube de Portugal, foi a leilão em Nova Jersey e arrematado por 70 mil euros (cerca de 650 mil patacas). O item, editado pela Panini na época de 2002/2003 mostra o retrato de Ronaldo com apenas 18 anos a envergar a camisola da equipa leonina

      Os cromos do maior goleador da história do futebol podem, de um momento para o outro, tornar-se objectos de culto transaccionados com valores muito acima do expectável. Na calha está também o primeiro cromo do jogador madeirense a vestir a camisola da selecção de Portugal no Euro 2004.

      A casa de leilões norte-americana Goldin, que vendeu o espécime este domingo, explicou em nota de imprensa que a grande maioria dos cromos da primeira época do craque no Sporting antes de rumar ao Manchester United foram “destruídos e descartados”, para além da grande maioria estar colada em cadernetas. A Goldin estima que existem no mundo apenas “cerca de 200 unidades”, das quais somente “20 estão em perfeitas condições” e não coladas. Este valor de 20 cromos imaculados é que fez com que o cromo tenha atingido tal valor em leilão. De momento não se sabe quem foi o comprador, embora se saiba que o seu lance foi de 59 mil libras, o que, ao câmbio actual, perfaz os tais 70 mil euros.

      Jamie Salt, director da casa de leilões, chamou o cromo de “um verdadeiro cromo de novato”. “Este cromo revela um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos no seu primeiro cromo comercial licenciado oficialmente”, notou. O item fazia parte de um conjunto produzido exclusivamente em Itália pela empresa Panini e vendido apenas para o mercado português, daí que se explique porque existirão tão poucos exemplares do cromo.

      Não é a primeira vez que um cromo de um craque do futebol é vendido por milhares de euros. No ano passado, poucos dias após a oficialização da contratação de Messi pelo Paris Saint-Germain, o portal ‘todocolección’ colocou a leilão o cromo da temporada de estreia do craque argentino no Barcelona, ​​na edição MegaCracks 2004-2005. O cromo acabou sendo adquirido por 9.001,99 euros.

      O culto por este tipo de produtos é mais comum nos Estados Unidos da América. Aliás, a casa de leilões norte-americana Goldin, tem diversos cromos de estreia de outras estrelas do desporto como LeBron James, Michael Jordan ou Kobe Bryant, entre muitos outros, todos eles com valores de licitação acima dos 4.000 dólares. A peça mais cara disponível está avaliada em 425 mil dólares e é um cromo do jogador de futebol americano Patrick Mahomes, na sua época de estreia.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau