Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Desporto Olimpíadas de Inverno florescem o turismo da neve na Grande Baía

      Olimpíadas de Inverno florescem o turismo da neve na Grande Baía

      À medida que os Jogos Olímpicos de Inverno arrancam em Pequim, o entusiasmo do público em participar em desportos de gelo e neve cresceu. Impulsionada pela estratégia de desenvolvimento da indústria de desportos de Inverno, a China parece alcançar resultados assinaláveis, com o rápido crescimento de instalações desportivas para a neve, a crescente variedade de actividades e a expansão gradual da cobertura da população, beneficiando até a região sul do país, incluindo a área da Grande Baía, não obstante da falta de ambiente natural para actividades no gelo e na neve.

       

      A realização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim provocou um ‘boom’ no turismo ligado às actividades de gelo e neve. O “efeito das Olimpíadas de Inverno” tem criado um melhor ambiente de mercado para a economia de gelo e neve e melhorado os mecanismos de apoio relevantes. O porta-voz da Administração Geral dos Desportos da República Popular da China afirmou que, após a conclusão dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, as autoridades chinesas pretendem implementar o “plano de actividades de gelo e neve em prol do bem-estar da população”, abrindo pistas de esqui e patinagem no gelo gratuitamente ou a baixo custo ao público, organizando actividades culturais e recreativas nas instalações desportivas de gelo e neve que possuem condições para amplificar o alcance dos desportos de Inverno na “Era pós-olímpica”. Uma parte essencial da oferta das Olimpíadas de Pequim 2022 foi a promessa de levar 300 milhões de pessoas aos desportos de Inverno. Segundo o “Plano de Desenvolvimento dos Desportos de Gelo e Neve (2016-2025)”, lançado pelas autoridades chinesas, a envergadura total da indústria de desportos de Inverno da China atingirá um bilião de renminbis até 2025.

      Apesar de o sul da China não possuir um ambiente natural para praticar actividades que envolvem gelo e neve, a construção das instalações para desportos de Inverno nas cidades da região sul da China está num ritmo acelerado de crescimento, e o fenómeno pode ser observado de forma mais vívida em Xangai, Chongqing e Guangzhou.

      Guangzhou, a capital da província de Guangdong, construiu a maior estância de esqui indoor no sul da China, o Sunac Snow Park, que também é um dos maiores parques temáticos de esqui indoor do mundo. Com uma área total de construção de 75.000 metros quadrados, o Guangzhou Sunac Snow Park mantém uma temperatura durante todo o ano de -6°C e uma espessura de neve de 50 centímetros. A estância de esqui conta com uma área de esqui com cinco pistas e uma área destinada à recreação de neve e gelo. Desde a sua inauguração em Junho de 2019 que se tem tornado um destino popular para entusiastas dos desportos de Inverno. No final de Setembro de 2020, o Guangzhou Sunac Snow Park tornou-se uma das estâncias de esqui do mundo a ultrapassar um milhão de visitantes, cujo acumulado alcançou 1,8 milhões turistas.

      Segundo o Southern Daily, durante as férias do Ano Novo Chinês deste ano, o número médio diário de visitantes de Sunac Snow Park foi de quase 2.000. Para este desempenho, na opinião de Gao Rui, director-geral adjunto da Sunac Resort, muito contribuiu o impulso dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim. “De Janeiro a Março cremos que será um estado relativamente elevado de fluxo de visitantes,” frisou o responsável.

      O Sunac Snow Park criou uma “economia branca” no âmbito da Grande Baía e continua a promover a popularidade e o desenvolvimento dos desportos de Inverno no sul da China, ajudando a indústria do gelo e da neve a fortalecer-se, com escolas de esqui, organizando workshops e formações em desportos de Inverno. Foi também estabelecido o Fórum de Guangdong-Hong Kong-Macau referente às actividades desportivas de Inverno, prestando apoio e serviços em corridas de esqui, tendo realizado com êxito o Campeonato da Grande Baía de Snowboard, a primeira competição de alto nível de snowboard na Área da Grande Baía, introduzindo desportos de Inverno às instituições de ensino secundário e seleccionando jovens talentos para participar no evento desportivo em representação das suas escolas.

      Além do Sunac Snow Park existem também algumas pistas de patinagem no gelo em Guangzhou que continuam a dedicar-se ao sector, tais como a pista de gelo Beihewan, no Grandview Mall, e a pista de gelo All Star, no Paso Plaza, que responderam activamente ao apelo nacional nos últimos anos e juntaram-se ao apoio aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim e ao desenvolvimento dos desportos de gelo e de neve no sul da China.

      Desde 2018 que o “Ice and Snow Sports Industry Forum”, organizado anualmente pela Guangdong Ice & Snow Sports Association, se tornou uma parte importante da Exposição Desportiva de Guangdong, com temas que incluem “Desportos de Gelo e Neve”, “Competição e Cultura”, “Desportos de Inverno para Todos”, “Gelo e Neve nas Escolas” e “Selecção de Talentos Transversais”, visando enriquecer a experiência de desenvolvimento dos desportos de Inverno na região sul da China a partir de múltiplos ângulos e mostrando as últimas realizações da indústria dos desportos de Inverno em Guangdong. O evento irá mostrar os últimos feitos da indústria dos desportos de Inverno em Guangdong. Nos últimos dois anos, foi lançado o “Guangdong-Hong Kong-Macau Greater Bay Area Ice and Snow Forum” para discutir as perspectivas de desenvolvimento dos desportos de gelo e neve no âmbito da Área da Grande Baía, tendo sido divulgada uma declaração conjunta sobre esta indústria na Área da Grande Baía.

       

      Macau a dar os primeiros passos

       

      Em Macau, houve também uma série de actividades organizadas pelas concessionárias de jogo para tornar os desportos de Inverno mais acessíveis aos residentes e visitantes. O MGM Cotai e a Macau Floorcurling General Association realizaram oito sessões de uma experiência de ‘curling’ durante o Ano Novo Chinês, atraindo um total de 5.500 participantes. A vice-presidente de marketing da MGM, Catarina Lio, salientou que a popularização do desporto significa que todas as pessoas de diferentes classes sociais sentem que têm acesso e a oportunidade de participar.

      A responsável confessou que o gelo não é verdadeiro, mas é tão suave como o gelo original. Apesar da existência de diferenças com a pista padrão, é o primeiro recinto em Macau que permite uma experiência de ‘curling’ indoor. A empresa pretende lançar mais programas de experiência desportiva no Verão para que visitantes e residentes possam participar, e espera que no futuro mais eventos desportivos internacionais possam ser introduzidos ao território para atrair visitantes a Macau.

       

      PONTO FINAL