Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
18.9 ° C
18.9 °
17.9 °
77 %
3.1kmh
40 %
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °
Seg
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Lei Chan U mostra-se preocupado com o planeamento das zona de lazer...

      Lei Chan U mostra-se preocupado com o planeamento das zona de lazer e melhoramento dos diques

      Dinis Chan

      Lei Chan U apresentou uma interpelação escrita ao Governo na qual se mostra apreensivo com os trabalhos de planeamento da zona de lazer da Praça de Ponte e Horta e com o projecto de melhoramento do dique do Porto Exterior. O deputado alertou que o problema das inundações tem afectado a vida da população, bem como o ambiente comercial, ao longo dos anos.

       

      Numa interpelação escrita, datada de 7 de Dezembro e encaminhada ontem às redacções, o deputado Lei Chan U apresentou as suas preocupações ao Executivo relativamente ao progresso do planeamento da zona de lazer da Praça de Ponte e Horta e ao melhoramento do dique do Porto Exterior.

      O deputado ligado à Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM) apontou que o problema das inundações urbanas tem afectado a vida da população e o ambiente comercial ao longo dos anos, sendo que as inundações mais graves ocorrem com maior frequência nas zonas baixas, como o Porto Interior.

      Lei Chan U admitiu que o Governo tem tentado melhorar o combate às cheias, inclusivamente através de obras de construção de barragem de maré, da colocação de ‘box-culvert’ da estação elevatória de águas pluviais e da criação de um reservatório de águas pluviais e de drenagem. Recorde-se que a ‘box-culvert’ de grande dimensão para a ligação com a estação elevatória de águas pluviais no Norte do Porto Interior já entrou em funcionamento.

      Em Maio deste ano, o secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, afirmou que o Governo já não vai avançar com o projecto da obra do reservatório de águas pluviais da Praça de Ponte e Horta, e, em vez da instalação de uma ‘box-culvert’ de grandes dimensões ao longo da Rua do Almirante Sérgio, da Rua do Dr. Lourenço Pereira Marques e da Rua das Lorchas no Porto Interior, o governante disse que escolheria um local mais adequado à construção de uma estação elevatória. No Relatório das Linhas de Acção Governativa (LAG) para o ano 2022, prevê-se que o lançamento do concurso público e o início da obra aconteçam no próximo ano.

      Com a alteração do projecto, o deputado eleito pela via indireta verificou que não há menção da reconstrução de zona de lazer da Praça de Ponte e Horta, que fazia parte do plano. Por isso, questionou o Governo se se mantém o planeamento de zona de lazer da Praça de Ponte e Horta e como vai ser implementado.

      Além disso, o deputado pediu ao Executivo a aceleração e a concretização de melhoramento do dique do Porto Exterior. Lei Chan U contextualizou que, após a passagem do tufão Hato, o Governo e a sociedade aperceberam-se da insuficiência e fraqueza das infraestruturas de prevenção e redução de desastres no território, sendo que o Governo apresentou uma proposta para o melhoramento do dique do Porto Exterior, concebido de modo que possa ter uma capacidade de resiliência às cheias num horizonte temporal de 200 anos.

      O projecto deveria ter sido concluído no último trimestre de 2019, no entanto, ainda não foram anunciadas mais novidades. Na interpelação escrita enviada ao Executivo, o deputado solicitou às autoridades que revelem mais pormenores sobre o plano, como a altura do murete de protecção contra inundações, e a calendarização relativa à conclusão da elaboração de projecto e ao início das obras.

       

      PONTO FINAL