Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
72 %
5.7kmh
40 %
Dom
16 °
Seg
19 °
Ter
20 °
Qua
20 °
Qui
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Kevin Ho vai assumir a presidência da federação das associações de Guangzhou...

      Kevin Ho vai assumir a presidência da federação das associações de Guangzhou em Macau

      Fundada há quatro anos, a federação das associações de Guangzhou em Macau vai passar a ser presidida por Kevin Ho. Num encontro com Ho Iat Seng, o novo presidente da federação garantiu que vai desenvolver os trabalhos de acordo com os princípios “Um País, Dois Sistemas” e “Macau governado pelos patriotas”.

      A federação das associações de Guangzhou em Macau foi fundada em 2017 e o primeiro presidente foi Ma Youli, membro da Comissão Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC) e presidente do Conselho de Administração da Câmara de Comércio de Macau. Liu Hei Wan estava agora no cargo de presidente. Cargo esse que vai passar a ser ocupado pelo empresário Kevin Ho.

      A federação destina-se à promoção da cooperação e desenvolvimento entre Cantão e Macau em vários campos, que vão desde a cultura, à sociedade, passando pela economia e tecnologia, para as duas partes trabalharem juntas e desempenharem o seu papel na construção da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau e na estratégia de desenvolvimento nacional “Uma Faixa, Uma Rota”.

      A associação vai assinalar o seu 4.º aniversário e apresentou o novo conselho directivo e fiscal. O presidente Liu Hei Wan revelou que Kevin Ho vai ser o novo presidente da federação. O responsável acrescentou ainda que a federação conseguiu “eleger jovens mais activos e participativos para integrar na estrutura da liderança e da direcção”, pelo que acredita que os novos conselhos de direcção e fiscal, através de esforços conjuntos, irão cumprir o seu estatuto de federação das associações de Guangzhou em Macau e alcançar bons resultados.

      A declaração foi feita na visita à sede do Governo da federação das associações de Guangzhou em Macau, chefiada pelo presidente Liu Hei Wan, realizada na sexta-feira passada. Na ocasião estiveram ainda presentes os novos membros da federação: o presidente da direcção e da associação juvenil, Liu Koi Ian, o vice-presidente permanente Tou Tin Kun, o presidente fiscal, Ma Chi Tat, o presidente da direcção da associação de juventude Ma Chi Kuan, o secretário -geral e vice-presidente da associação de jovens, Wong Ka Lon, o vice-presidente do conselho fiscal, Ng Kai Wa, o secretário-geral da associação de jovens, Fong Man Tou e secretário-geral permanente e vice-secretário geral da associação juvenil Ion Ian Ian.

      Segundo um comunicado divulgado pelo Governo, durante a visita, o actual presidente da federação apresentou ao Chefe do Executivo os principais trabalhos desenvolvidos ao longo dos últimos quatro anos e adiantou ainda que, com o seu “empenho e dedicação”, a federação conseguiu aumentar o número de filiados de 20 para 24, e, durante este período, as associações mantiveram uma cooperação estreita e mostraram a “força da sua união”, dando assim início a uma série de actividades que marcaram mais um passo no intercâmbio e na colaboração entre as duas regiões.

      O recém-eleito presidente, Kevin Ho, afirmou que vai firmar o estatuto da federação, sob os alicerces criados, e desenvolver o seu trabalho “com os pés firmes” no princípio “Um País, Dois Sistemas” e no princípio de “Macau governado pelos patriotas”, “desempenhando o papel apropriado da federação”, indica o comunicado.

      O Chefe do Executivo expressou esperança na nova direcção e que, sob as bases criadas pelos seus antecessores, “possam seguir as boas tradições, dando continuidade ao trabalho desenvolvido bem como apoiar as linhas de acção levadas a cabo pelo Governo da RAEM de acordo com lei por forma a intensificar a ligação e cooperação na promoção do comércio, cultura, turismo e trabalhos com os jovens”. O líder do Governo indicou também que vai apoiar a federação, “especialmente, no que se refere à integração dos jovens de Macau no desenvolvimento da Grande Baía Guangdong e Macau e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin”.