Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
14.9 ° C
14.9 °
14.9 °
77 %
8.8kmh
40 %
Qui
15 °
Sex
16 °
Sáb
14 °
Dom
20 °
Seg
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Governo quer aumentar fontes de visitantes para recuperar sector do turismo ...

      Governo quer aumentar fontes de visitantes para recuperar sector do turismo  

      Joana Chantre

      Na segunda reunião plenária do Conselho para o Desenvolvimento Turístico, a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) comprometeu-se a, no próximo ano, alargar a fonte de visitantes como forma de alavancar a economia do sector. Além disso, foram estabelecidos três outros objectivos que têm a ver com a economia de turismo comunitário, o aprofundamento de “turismo +” e a cooperação regional.

       

      O Conselho para o Desenvolvimento Turístico realizou na sexta feira a segunda reunião plenária de 2021, onde foi estabelecida a prioridade na recuperação e desenvolvimento da indústria turística no próximo ano, guiada por quatro pontos prioritários. Os quatro pontos prioritários para o próximo ano, segundo a Direcção dos Serviços de Turismo (DST), são: o alargamento das fontes de visitantes, a economia de turismo comunitário, o aprofundamento do turismo e a cooperação regional.

      Segundo o comunicado da DST, o aumento das fontes de visitantes a chegarem a Macau servirá “para apoiar a recuperação dos sectores de serviços de turismo”. Para isso, as autoridades querem promover Macau como cidade segura e apropriada para visitar através de múltiplos canais e criar novos conteúdos para atrair visitantes.

      A dinamização da economia comunitária será feita através do lançamento do Programa de Apoio Financeiro Específico para Actividades para “Dinamizar a economia comunitária no âmbito do turismo”, para “Promover a cultura gastronómica” e de “Turismo marítimo”, do ajustamento do “Programa de Avaliação de Serviços Turísticos de Qualidade”, e da produção de um vídeo promocional que combine os pontos turísticos e elementos culturais mais procurados de Macau.

      No que toca ao “turismo +”, a DST quer promover o “turismo + convenções e exposições”, “turismo + desporto”, “turismo + comércio electrónico”, “turismo + indústrias culturais e criativas”, promover a melhoria da qualidade da indústria turística. Por fim, a cooperação regional será feita através de Hengqin.

      Esta segunda reunião plenária do ano foi presidida pelo secretário para a Economia e Finanças e presidente do Conselho para o Desenvolvimento Turístico, Lei Wai Nong. O secretário referiu que a pandemia surtiu um impacto considerável no sector do turismo e da economia de Macau e, tendo isto em conta, usando os “princípios de prudência e do bom uso dos recursos financeiros”, estas novas quatro grandes medidas vêm para assegurar a sobrevivência e garantir o emprego dos trabalhadores locais, a fim de manter a estabilidade social.          Lei Wai Nong acrescentou que, no seguimento do lançamento do Plano Geral de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau na Ilha de Hengqin, o Governo irá aproveitar plenamente as novas oportunidades de desenvolvimento integrado na Zona de Cooperação Aprofundada, no sentido de impulsionar a cooperação bilateral entre Hengqin e Macau e os sectores relacionados. Espera também que a indústria colabore activamente com a direcção de trabalho das autoridades no planeamento e promoção de passeios turísticos entre Hengqin e Macau, de excursões de cuidados de saúde de medicina tradicional chinesa e itinerários turísticos específicos, bem como ao nível do turismo, convenções e exposições, desporto, entre outros, a fim de alargar o espaço de desenvolvimento, e de agarrar as novas oportunidades de desenvolvimento.

      O secretário adiantou também que, nos primeiros nove meses do ano, o número de visitantes aumentou 43% em termos anuais, com 5,756 milhões de visitantes chegados a Macau. De acordo com os dados estatísticos citados no comunicado, o número de visitantes aumentou significativamente nos últimos meses, comparativamente ao período anterior, sendo que, entre 20 de Outubro e 10 de Novembro, o número médio diário de visitantes foi de 25.168, um aumento de 20% em relação à média diária de visitantes registada no mês de Setembro.

       

      PONTO FINAL