Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Quem chega de países estrangeiros deve completar a quarentena em hotel especializado...

      Quem chega de países estrangeiros deve completar a quarentena em hotel especializado  

      Residentes oriundos de zonas consideradas de alto risco, que chegam por Singapura, serão obrigados a fazer o seu período de observação médica num hotel especializado a partir de 1 de Dezembro. O primeiro hotel a ser usado para o efeito será o Hotel Tesouro, junto ao Aeroporto de Macau. As pessoas consideradas de maior risco vão directamente para isolamento no Alto de Coloane.

       

      As autoridades sanitárias anunciaram ontem, durante a habitual conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, que quem chegar, através de Singapura, terá de realizar o período de observação médica de 21 dias num hotel especializado que estará preparado para funcionar em sistema de circuito fechado com robôs para a realização de algumas tarefas. Este sistema poderia ser implementado posteriormente em outros hotéis designados. As pessoas consideradas de maior risco vão directamente para isolamento no Alto de Coloane.

      A partir de 1 de Dezembro, o Hotel Tesouro, situado nas imediações do Aeroporto Internacional de Macau, será o primeiro hotel a ser preparado pelas autoridades nestas condições. E porquê o Hotel Tesouro, que esteve envolvido no surto de Covid-19 que afectou Macau no final de Setembro, início de Outubro? “Tem 500 camas à disposição. Está longe das zonas residenciais e perto do aeroporto. Logisticamente é perfeito, por isso é a escolha acertada para primeiro hotel especializado”, notou a representante dos Serviços de Turismo Liz Lam Tong Hou, no encontro com os jornalistas.

      A responsável acrescentou ainda que o hotel “está actualmente em manutenção e ajustes em resposta aos requisitos de gerenciamento de circuito fechado do departamento de saúde, prevendo-se que esteja pronto para receber os novos hóspedes antes de Dezembro”. Referiu ainda que as tarifas de hotéis serão ajustadas, com novas tarifas para hotéis designados também sendo anunciadas o mais rápido possível.

      Em contraponto, quem chegar a Macau vindo da China continental, Hong Kong e Taiwan não será obrigado a ir para o hotel especializado. Pode escolher um hotel seleccionado ou então optar por um hotel designado pelo Governo. Leong Iek Hou, quando confrontada com assunções discriminatórias, rebateu as críticas. “Não há qualquer tipo de discriminação. A pandemia no mundo está ainda em situação muito grave. Há países que são considerados como de alto risco. Podemos, naturalmente, avaliar caso a caso”, admitiu a coordenadora do Núcleo de Prevenção e Vigilância da Doença.

      Outra coisa que foi explicada aos jornalistas prendeu-se com os trabalhadores a trabalhar nesses hotéis, considerados de alto risco. “Devem ser acomodados dentro do hotel ou noutro local designado durante o serviço e devem estar completamente separados dos demais funcionários do hotel”, defendeu Leong Iek Hou, notando que esse tipo de trabalhadores passa por recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza e técnicos que precisem de entrar nos quatros de quarentena para efectuar reparações.

      O aumento da taxa de vacinação continua a ir no mesmo ritmo, mas agora a caminho de um milhar de pessoas já inoculadas com a terceira dose. O reforço, para já, está disponível apenas para indivíduos que o necessitem, de facto, como idosos, imunodepressivos e pessoas com o sistema imunológico em baixa por algum motivo. Depois, e não será necessária marcação, qualquer um que tenha sido inoculado com a segunda dose há mais de seis meses pode deslocar-se a um centro de vacinação para receber a terceira dose.

      Dados relativos ao dia de ontem mostram que foram administradas até ao momento 847.058 doses de vacinas contra a Covid-19. 471.702 pessoas foram inoculadas, sendo que a primeira dose já foi administrada a 90.093 indivíduos e 380.742 pessoas estão totalmente imunizadas, com duas doses. 867 pessoas já foram vacinadas com a terceira dose. A percentagem da população vacinada, pelo menos com uma dose de vacina, é de 69%. Nas últimas 24h, ocorreram 15 notificações de eventos adversos (15 eventos adversos ligeiros e nenhum grave, tendo sido sete casos relacionados com a vacina inactivada da chinesa Sinopharm e oito casos da vacina mRNA da germânica BioNTech). Desde o início do programa de vacinação em Macau que ocorreram 3.580 notificações de eventos adversos, tendo sido a sua maioria (3.572) considerados adversos ligeiros e apenas oito graves.

       

      PONTO FINAL