Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nublado
29.8 ° C
29.8 °
29.8 °
83 %
6.2kmh
100 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeHomem simula crime de apropriação de dinheiro para comprar prenda de aniversário...

      Homem simula crime de apropriação de dinheiro para comprar prenda de aniversário à namorada

      Joana Chantre

       

      Um homem, funcionário do Hotel Londoner, simulou um cenário de crime, alegando às autoridades que lhe teria desaparecido uma quantia de aproximadamente 10 mil patacas, depois de as ter levantado num multibanco. As alegações acabaram por se provar falsas e o homem admitiu que queria o reembolso do montante para comprar um telemóvel à namorada.

      O caso foi relatado ontem na conferência de imprensa das autoridades policiais. O homem, de 24 anos, alertou as autoridades que tinha perdido o montante no domingo. O suspeito levantou as 10 mil patacas num multibanco junto ao mercado do Iao Hon, guardando-o no bolso das calças, tendo depois indicado às autoridades que o tinha perdido na viagem de mota até à Rua do Campo.

      No entanto, os agentes do Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) verificaram através do sistema de videovigilância que o homem nunca teria levantado qualquer dinheiro nas datas que referiu. O arguido foi, então, acusado de simulação de crime de apropriação ilegítima em caso de acessão ou de coisa achada. O telefonista do Londoner acabou por explicar que esperava que o Governo ou o banco lhe reembolsassem a quantia para comprar um telemóvel como prenda de aniversário para a namorada.

      Um outro caso detalhado ontem pelas autoridades tem a ver com apropriação ilegítima. Um homem de 27 anos terá colocado a sua mochila, com o ‘laptop’ do trabalho, em cima da sua mota, que ficou estacionada na Rua da Estrada Marginal do Hipódromo. Quando abandonou o local, esqueceu-se de levar consigo os pertences. Novamente através do sistema de videovigilância, a polícia conseguiu interceptar um homem de 55 anos com a mala e o computador, na zona da Areia Preta. O suspeito foi acusado do crime de apropriação ilegítima em caso de acessão ou de coisa achada.