Edição do dia

Domingo, 25 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
14.9 ° C
15.9 °
14.9 °
72 %
5.1kmh
20 %
Dom
17 °
Seg
19 °
Ter
20 °
Qua
20 °
Qui
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Cultura Artista brasileiro Reginaldo Pereira expõe em Macau  

      Artista brasileiro Reginaldo Pereira expõe em Macau  

      Gonçalo Lobo Pinheiro

      No âmbito do ciclo de exposições “Policromias lusófonas”, na 13.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, o artista nascido no Maranhão apresenta o seu projecto “O Homem e a Floresta”.

       

       

      Por ocasião do ciclo de exposições “Policromias lusófonas”, na 13.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, o artista brasileiro Reginaldo Pereira apresenta, amanhã, pelas 18h30, a exposição de pintura “O Homem e a Floresta”. Trata-se de nove quadros com medidas de 1,80m por 1,20m a 1,20m por 1,20m e diversos motivos da floresta amazónica que estarão patentes na galeria de exposições do edifício do Complexo da Plataforma do Fórum de Macau. “O meu desejo hoje é que as pessoas sintam algo maravilhoso diante das minhas cores. Que não seja só um quadro que combine com ambiente, mas algo que vá além das cores, do mesmo modo que eu sentia na minha infância. A arte é meu pai, minha mãe e meus irmãos. As cores são a minha família e, por meio dessas cores, formam algo de grande harmonia, paz, compreensão e coragem. Acredito que esse laço forte de amor nas minhas obras é que faz com que as pessoas sintam algo bom”, disse o artista à imprensa brasileira no início do mês.

      O autor passou a sua infância numa fazenda na Amazónia sob o cuidado dos seus avós. Um lugar verde e com muitas aves, que serviram de inspiração para a sua arte. Aquela experiência em criança criou em Reginaldo Pereira o grande desejo de se tornar artista.

      A cerimónia de inauguração da exposição terá um discurso de boas-vindas do Secretário-Geral Adjunto do Fórum de Macau, Casimiro Pinto, bem como saudações, de forma virtual, do cônsul-geral, Embaixador Manuel Innocencio de Lacerda Santos Júnior, em Hong Kong, e uma intervenção do delegado do Brasil no Fórum Macau, Rafael Paulino. O artista maranhense também usará da palavra, via virtual. A presidente da Casa do Brasil em Macau, Jane Martins, também marcará presença na inauguração.

      Reginaldo Pereira é natural da cidade de Bom Jardim, situada a 275 quilómetros de São Luís do Maranhão. Mudou-se para Imperatriz, também no Maranhão, para exercer a profissão de desenhista e pintor de telas. Naquela cidade, aprimorou a sua técnica. Mais tarde, em 1997, estabeleceu residência em Uberaba, Minas Gerais. Ministrou aulas na escola de Maria Alice Derenusson e abriu um espaço na Associação Uberabense de Artesões e Artistas, onde pesquisa, estuda e ensina pintura a óleo sobre tela.

      Em 2009, mudou-se para Portugal, onde permaneceu mais de um ano a viver na capital, Lisboa. No país luso expôs no Casino do Estoril, no Festival de Cinema da Língua Portuguesa, na Casa do Alentejo e ainda promoveu diversos ‘workshops’ com o apoio da Casa do Brasil em Lisboa. Participou ainda no Xira Infantil em 2010 e nas Festas de Lisboa, também no mesmo ano. Actualmente trabalha, em parceria, com arquitectos, decoradores, lojas e galerias em Uberaba, Brasília, Uberlândia e São Paulo.

      O artista plástico foi ainda homenageado na Albânia, o ano passado, com o prémio “Pegasiane” pelo seu trabalho artístico e pelo seu contributo dado às artes e às letras.

      Em 2019, Reginaldo Pereira construiu uma biblioteca comunitária na cidade onde nasceu com um acervo de cerca de cinco mil livros, tendo algumas das obras literárias sido adquiridas com recursos próprios, e outros doados por amigos. Foi também tornado membro imortal da Academia de Letras do Brasil, secção de Uberaba.

       

      ….

       

      Casa do Brasil organiza ‘workshops’ de samba

      A Casa do Brasil em Macau está a promover três workshops de samba para o fim-de-semana de 13 e 14 de Novembro. O primeiro workshop terá lugar no sábado, das 14h às 16h e o segundo, também no sábado, acontecerá das 16h às 18h. Para domingo, das 15h às 17h, fica reservado o terceiro workshop. Todos os cursos estão abertos a todas as idades e o número de inscrições por workshop está limitado a 20 pessoas. As aulas de samba, gratuitas, decorreram na galeria de exposições do edifício do Complexo da Plataforma Fórum de Macau. As inscrições podem ser feitas através do link https://semanacultural.forumchinaplp.org.mo/pt/workshops_brazil_pt. O samba é um género musical brasileiro que tem origem entre as comunidades afro-brasileiras urbanas do Rio de Janeiro no início do século XX. Tendo as suas raízes na expressão cultural do semba angolano e nas tradições folclóricas brasileiras, é considerado um dos mais importantes fenómenos culturais do Brasil e um dos símbolos do país.

       

      PONTO FINAL

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau