Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nublado
29.8 ° C
29.8 °
29.8 °
83 %
6.2kmh
100 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeGrupo de adolescentes de escolas da zona Norte roubava malas de motas...

      Grupo de adolescentes de escolas da zona Norte roubava malas de motas por “divertimento”

      Joana Chantre

       

      Um grupo de oito adolescentes de escolas da zona Norte da cidade foi detectado por câmaras de videovigilância a efectuar vários roubos a malas traseiras de motas. Os adolescentes, cujas idades variam entre os 12 e os 16 anos, depois de encontrados, admitiram os crimes e justificaram que que procuravam “divertimento” quando avistavam caixas de motas fáceis de abrir.

       

      Ontem, na conferência de imprensa das autoridades policiais, foi relatado o caso de um grupo de oito rapazes adolescentes, com idades entre os 12 e os 16 anos, que tinha como passatempo efectuar roubos a malas traseiras de motas. Os oito estudantes do ensino secundário frequentavam duas escolas diferentes situadas na zona Norte.

       

      A polícia tomou conhecimento da situação quando começou a receber relatos de roubos de malas de motociclos que estavam estacionados em várias zonas diferentes da cidade. Depois de investigados os casos e de serem vistas as imagens das câmaras de videovigilância, a polícia identificou o grupo de oito cúmplices que se dedicava, desde pelo menos o final de Setembro até o início de Outubro, a forçar abertura dos compartimentos de motas.

       

      Quando as autoridades se deslocaram às habitações dos jovens, todos eles admitiram os furtos e justificaram dizendo que queriam apenas divertir-se e que as quantias roubadas não eram altas. Num dos casos, admitiram ter roubado um cartão de estacionamento de silo com o intuito de o deitar ao lixo. Referiram também que já teriam gasto o dinheiro que encontraram. No total, o grupo provocou um prejuízo de 4.040 patacas.

       

      Apenas um dos adolescentes foi acusado formalmente, o mais velho, por ser o único com 16 anos e responsável nos olhos do Ministério Público.  Os outros sete foram ilibados de qualquer culpa, porém a polícia já informou os serviços de educação para prestarem apoio psicológico a esses adolescentes.

       

       Cleptomaníaco apanhado depois de furto a ‘Airpods’

       

      Um trabalhador de uma loja de produtos electrónicos na Avenida de Venceslau Morais contactou o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) no passado domingo quando deu pelo desaparecimento de uma caixa de auscultadores ‘Airpods Pro’, da marca Apple, com o valor de 2 mil patacas.

      Depois de verificadas as câmaras de videovigilância da loja, a polícia descobriu que, no dia 22 pelas 18h, um homem que entrou na loja abriu a caixa do producto e roubou os conteúdos, enfiando-os na sua mochila. O homem depois deixou a loja sem pagar.

      A polícia conseguiu, no mesmo dia da denúncia, encontrar o homem por volta das 15h30, perto da mesma rua da loja. As autoridades realizaram então uma busca na casa do homem, tendo encontrado os auscultadores. O homem de 40 anos, residente de Macau e desempregado, admitiu que foi ele a roubar o produto e que era cleptomaníaco, não conseguindo controlar a vontade de roubar.

       

      Na conferência de imprensa de ontem falou-se também de um caso de suspeita de violência doméstica e ofensa física na Rua do Almirante Costa Cabral que foi encaminhado para o Ministério Público. O caso que envolve um casal em que o homem é residente do continente e a mulher é residente local. O homem já teria uma condenação anterior da mesma natureza. Após investigação, a polícia acredita que o homem, de 49 anos de idade, exigiu 200 patacas à mulher, de 50 anos, para regressar ao continente. A mulher terá recusado e, por isso, foi agredida pelo marido, tendo ficado com ferimentos na cara e no ombro. O homem acabou por roubar o dinheiro à mulher, no entanto, atirou-o pela janela.

       

      PONTO FINAL