Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
neblina
21.5 ° C
23.9 °
20.9 °
100 %
3.1kmh
40 %
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °
Seg
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Grupo de adolescentes detido por assaltar prostituta

      Grupo de adolescentes detido por assaltar prostituta

      Um grupo de amigos, todos residentes locais, com idades compreendidas entre 12 a 21 anos, foi detido depois de terem assaltado uma prostituta no bairro do Iao Hon. Segundo as autoridades policiais, os cinco teriam um plano para assaltarem prostitutas, uma vez que as consideravam “alvos fáceis”.

       

      Joana Chantre

       

      Ontem, na conferência habitual das autoridades policiais, foi relatado o caso de uma prostituta que foi assaltada por esticão por um grupo de cinco adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 21 anos. Segundo a investigação da Polícia Judiciária (PJ) e do Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP), o grupo tinha um plano para assaltar prostitutas. O assalto aconteceu na passada terça-feira.

      De acordo com as informações facultadas ontem pelas autoridades, foi um dos membros, com 17 anos, quem teve a ideia de começarem a assaltar prostitutas, já que, segundo o próprio, seriam um “alvo fácil”, já que não apresentariam queixa à polícia. Depois de apresentado o plano, todos os elementos do grupo o aceitaram.

      Com isto, deslocaram-se os cinco a um condomínio do bairro do Iao Hon onde acreditavam residir várias prostitutas. Dois dos elementos ficaram de vigia, enquanto três rapazes terão entrado num dos prédios, onde estava uma mulher, que acabou por ser atacada pelos adolescentes, tendo ficado sem mala. Segundo explicou porta-voz da PJ, a mala da mulher tinha 300 patacas, montante que foi dividido entre os cinco jovens.

      O caso foi denunciado à polícia pela vítima sob anonimato. Quatro dos suspeitos foram detidos horas depois do assalto, sendo que o último elemento foi detido na manhã do dia seguinte, na casa dos pais, onde reside. Todos os detidos confessaram o crime e o caso foi remetido ao Ministério Público.

       

      Homem de 55 anos corta uma dezena de árvores para plantar vegetais orgânicos

      Outro caso relatado pelas autoridades ontem foi o de um homem, residente de 55 anos, que foi denunciado pelo Instituto para os Assuntos Municipais (IAM), por andar a cortar árvores nas redondezas do seu bairro na zona da encosta da Colina do Beco de Pérola, na Taipa.

      Depois da investigação da polícia, as autoridades verificaram que o homem tinha por hábito cortar árvores para plantar vegetais orgânicos para seu próprio consumo. Depois de identificado o homem, este foi detido, tendo ele confessado que teria cortado apenas sete árvores. No entanto, o IAM diz que, na verdade, foram mais de dez as árvores que o homem cortou, sendo que o prejuízo total é, nas contas do organismo, de 107.700 patacas. Conta essa que já foi enviada ao suspeito para pagar. O caso foi entregue ao Ministério Público no dia 7 de Setembro.