Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nublado
29.8 ° C
29.8 °
29.8 °
83 %
6.2kmh
100 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaExecutivo planeia aumentar capacidade de drenagem

      Executivo planeia aumentar capacidade de drenagem

      O Governo indicou que quer, num horizonte de médio-longo prazo, proceder ao aumento da capacidade de drenagem do sistema de colectores das várias zonas de Macau. Em resposta ao deputado Sulu Sou, as autoridades referiram também que estão a ser acompanhados os procedimentos legais sobre o projecto de revisão do regulamento de águas e de drenagem de águas residuais.

      O objectivo do Governo é, num horizonte de médio-longo prazo, aumentar a capacidade de drenagem do sistema de colectores das várias zonas de Macau. A garantia foi dada por Chan Pou Ha, directora dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (DSSOPT), em resposta a uma interpelação escrita de Sulu Sou, em que o democrata apontava críticas às redes de esgotos dos bairros antigos.

      Na interpelação, Sulu Sou lembrou as “cenas catastróficas” provocadas pela passagem do tufão Hato, em 2017: “Apesar de Macau ser uma das cidades mais ricas do mundo, as suas infraestruturas para a prevenção de catástrofes e drenagem não produziram os efeitos previstos”.

      Quatro anos após a passagem do Hato, “as redes de esgotos nos bairros antigos são velhas e os padrões de concepção dos esgotos estão muito abaixo da exigência actual, ao que acresce a utilização de um mesmo tubo de drenagem de águas pluviais e residuais, o que enfraquece gravemente a capacidade global de drenagem dos esgotos da nossa cidade”.

      Sulu Sou frisou também que “é premente empregar esforços na adopção de um modelo moderno de gestão das águas pluviais a favor da criação de ‘cidade-esponja’, com vista a uma melhor protecção contra inundações”.

      Assim, o democrata sugeriu que o Governo procedesse ao planeamento global da direcção e diâmetro das tubagens e da quantidade de poços de águas pluviais do sistema de esgotos em diferentes zonas colectoras de Macau.

      Na resposta, Chan Pou Ha explica que as autoridades já concluíram o estudo sobre o melhoramento da rede de drenagem pluvial da Taipa e da península de Macau e, assim, proceder-se-á num horizonte de médio-longo prazo ao aumento da capacidade de drenagem do sistema de colectores das várias zonas de Macau, através da substituição do sistema da rede de drenagem dos bairros antigos pelo sistema separativo de drenagem de águas pluviais e residuais. Serão também construídas mais estações elevatórias e de ‘box-culvert’ de grandes dimensões e serão desviadas as águas pluviais vindas das colinas, garante a DSSOPT.

      Na resposta, a DSSOPT diz também que estão a decorrer da forma programada os trabalhos de construção da nova estação elevatória de águas pluviais da Baía do Norte do Bairro de Fai Chi Kei, de reordenamento dos esgotos no cruzamento da Avenida do Almirante Lacerda e a Avenida do Ouvidor Arriaga, dos esgotos da Avenida do Coronel Mesquita e da 2.ª fase de construção dos esgotos de drenagem da água pluvial da Rua de Brás da Rosa.

      Sulu Sou tinha perguntado também pelo regulamento de águas e drenagem de águas residuais de Macau, cuja revisão foi concluída no final de 2019. A DSSOPT explica que estão a ser acompanhados os respectivos procedimentos legais em relação ao diploma.