Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
neblina
21.9 ° C
25.4 °
20.9 °
100 %
3.1kmh
75 %
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °
Seg
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Grande China China vai destinar 1,5 mil milhões de yuans à biodiversidade

      China vai destinar 1,5 mil milhões de yuans à biodiversidade

      O Presidente chinês, Xi Jinping, disse ontem que a China quer assumir a liderança no que diz respeito à biodiversidade, investindo 1,5 mil milhões de yuans para estabelecer o Fundo de Biodiversidade de Kunming. O Presidente chinês falou na 15.ª reunião da Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica, por videoconferência, a partir de Pequim.

      No discurso, Xi Jinping disse que “a comunidade internacional deve reforçar a cooperação, construir consensos e reunir forças para construir uma comunidade de toda a vida na Terra”. Além disso, “uma boa ecologia e ambiente não é apenas um bem natural, mas também um bem económico, que afecta o potencial e a dinâmica do desenvolvimento económico e social. Precisamos de acelerar os esforços para promover uma forma verde de desenvolvimento e assegurar um crescimento económico e uma protecção ambiental vantajosos para todos, de modo a construir uma pátria de progresso coordenado da economia e do ambiente”, afirmou o Presidente chinês.

      “Precisamos de resolver os problemas trazidos pela civilização industrial, manter as actividades humanas dentro dos limites da ecologia e do ambiente, e realizar a conservação holística e a governação sistemática de montanhas, rios, florestas, terras agrícolas, lagos, prados e desertos”, referiu Xi Jinping. Por outro lado, “temos de construir um sistema económico verde, de baixo carbono e circular, traduzir os pontos fortes ecológicos em pontos fortes de desenvolvimento, e trazer à tona o grande benefício que as montanhas verdes e as águas claras podem oferecer”. Xi Jinping pediu também normas internacionais para alcançar os objectivos no que toca à biodiversidade.

      A 15ª reunião da Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica começou na tarde de segunda-feira, em Kunming, capital da província de Yunnan, sob o tema “Civilização Ecológica: Construir um Futuro Compartilhado para Toda a Vida na Terra”. Esta é a primeira conferência global convocada pelas Nações Unidas destacando a civilização ecológica, uma filosofia proposta pela China.

      A reunião tem duas partes. A primeira, programada para entre 11 a 15 de Outubro, é realizada de forma ‘offline’ e ‘online’. Os representantes focam-se no desenvolvimento da estrutura global de biodiversidade pós-2020, para orientar as acções de conservação em todo o mundo até 2030. A segunda parte da reunião, a ser realizada ‘offline’ no primeiro semestre de 2022, deverá testemunhar a finalização e adopção de práticas de biodiversidade global pós-2020.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau