Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
neblina
21.5 ° C
23.9 °
20.9 °
100 %
3.1kmh
40 %
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °
Seg
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Bancos de Macau preparam vendas de produtos e serviços do continente

      Bancos de Macau preparam vendas de produtos e serviços do continente

      Os bancos de Macau estão a planear prestar serviços ao abrigo do novo esquema Wealth Management Connect idealizado para a área da Grande Baía. A notícia foi avançada ontem pelo jornal da região vizinha de Hong Kong South China Morning Post.

      O esquema, explica o jornal, foi lançado oficialmente por Pequim há cerca de um mês e permite que residentes de Hong Kong e Macau possam investir em produtos de investimento ‘onshore’ chineses através de bancos na área da Grande Baía, enquanto residentes das nove cidades na província de Guangdong podem investir em produtos financeiros de Hong Kong e Macau através de credores locais .

      De acordo com a Autoridade Monetária de Macau (AMCM), o regime irá criar mais procura de investimento em Macau e promover o desenvolvimento de produtos de investimento mais diversificados por parte das instituições financeiras do território, ao mesmo tempo que alarga as opções de investimento dos residentes locais. “A implementação deste mecanismo de investimento de mão dupla, por um lado, irá criar mais procura de investimento em Macau e promover o desenvolvimento de produtos de investimento mais diversificados por parte das instituições financeiras de Macau, e por outro lado irá alargar as opções de investimento das os residentes de Macau”, afirmou a entidade.

      “Há muito que os residentes na Grande Baía têm laços comerciais estreitos com Macau, e alguns deles estabeleceram relações profundas com os bancos de Macau”, acrescentou a AMCM.

      Os órgãos de supervisão na China continental e nas duas RAEs já estabeleceram mecanismos de coordenação e comunicação para assegurar o bom funcionamento do esquema, ainda piloto, do Wealth Management Connect.

      Vários grupos bancários de Hong Kong, incluindo HSBC, Standard Chartered e Bank of East Asia, Banco Industrial e Comercial da China e Banco da China, anunciaram planos para lançar serviços Wealth Management Connect em Hong Kong e cidades do continente.

      O Chefe do Executivo de Macau também já tinha considerado a medida bastante profícua. “O programa Wealth Management Connect vai encorajar as instituições financeiras de Macau a desenvolverem produtos financeiros mais diversificados e a promoverem a internacionalização do yuan”, afirmou Ho Iat Seng, no mês passado.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau