Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
neblina
21.9 ° C
25.4 °
20.9 °
100 %
3.1kmh
75 %
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °
Seg
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Cultura “Macao Films & Videos Panorama” quer dar a conhecer as novas produções...

      “Macao Films & Videos Panorama” quer dar a conhecer as novas produções do cinema local

      A Associação Audiovisual CUT está a pedir a mobilização dos cineastas de Macau para participarem na primeira edição do “Macao Films & Videos Panorama”, um evento que quer mostrar à região as produções cinematográficas que estão a ser feitas localmente. Ao PONTO FINAL, Rita Wong, responsável da CUT, assinalou que os cineastas locais estão mais experientes e têm vontade de pôr a criatividade em prática.

      Acontece em Dezembro a primeira edição do “Macao Films & Videos Panorama”, um evento organizado pela Associação Audiovisual CUT, que tem como objectivo principal dar palco aos cineastas locais e fazer com que o público conheça o trabalho cinematográfico que está a ser produzido.

      Assim, a CUT convida os realizadores locais a participarem no evento e a submeterem os seus trabalhos. O concurso está aberto desde segunda-feira e fecha a 25 de Setembro. Até lá, os cineastas poderão submeter as suas produções, desde que tenham sido concluídas a partir de Janeiro de 2020. Podem ir a jogo longas-metragens, documentários e animações.

      Ao PONTO FINAL, Rita Wong, directora da CUT, disse esperar organizar este evento todos os anos, no futuro, uma vez que “o propósito da CUT é criar uma plataforma para mostrar filmes locais e uma plataforma para fazer um intercâmbio de trabalhos entre cineastas e o público”. No entanto, anteviu que, devido à pandemia, não haja tantas produções a concurso como seria ideal. No entanto, apontou para que haja cerca de uma centena de candidaturas.

      Depois de recebidas todas as candidaturas, até 25 de Setembro, Joyce Yang, crítica de cinema de Hong Kong, vai escolher um conjunto das melhores produções que vão, então, ser exibidas no auditório da Casa Garden, em Dezembro, no âmbito do “Macao Films & Videos Panorama”. Joyce Yang “é uma crítica de cinema muito experiente” e, uma vez que tem sido convidada pela CUT para outras iniciativas, “está familiarizada com o cinema contemporâneo de Macau”, explica Rita Wong.

      A sessão de apresentação dos filmes vai incorporar, além das produções locais, outras secções para a exibição de filmes recomendados pelas universidades de Macau e obras de destaque do cinema internacional.

      Após a exibição dos filmes selecionados por Joyce Yang, a CUT vai convidar realizadores profissionais do interior da China, Hong Kong e Taiwan para escolherem o melhor de todos os filmes. A produção escolhida será galardoada com o “Grand Jury Award” e vai ainda receber um prémio monetário de dez mil patacas. Além disso, os jurados vão ter oportunidade de fazer comentários sobre cada um dos filmes, “para que os realizadores locais possam aprender mais com os cineastas profissionais”, explicou Rita Wong.

      Sobre a situação actual do sector do cinema em Macau, a responsável da CUT assinalou que está a ficar “mais madura”. “Na produção, eles estão a ficar muito experientes. Antigamente, precisavam de ajuda de Hong Kong ou do interior da China, mas actualmente eles conseguem fazer tudo sozinhos. As pessoas querem mesmo criar coisas novas”, afirmou.