Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
29.7 ° C
31.9 °
29.3 °
89 %
4.6kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaPIB de Macau registou aumento anual de 69,6%

      PIB de Macau registou aumento anual de 69,6%

      Estimativas referentes ao segundo trimestre deste ano mostram que o Produto Interno Bruto (PIB) inverteu a tendência decrescente, registando-se um aumento anual de 69,5% em termos reais. A economia de Macau recuperou, com isso, o crescimento positivo, principalmente devido à baixa base de comparação do segundo trimestre de 2020, no qual foi marcante o grande entrave às actividades económicas, originado pelas restrições na entrada de visitantes sob o impacto da pandemia de Covid-19, e devido ao acréscimo contínuo da procura externa, que se verificou graças ao controlo incessante da situação pandémica no trimestre em análise, anunciou a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos em nota de imprensa.

      As exportações de serviços aumentaram 555,6%, em termos anuais, salientando-se os aumentos de 1.089,7% nas exportações de serviços do jogo e de 1.328,3% nas exportações de outros serviços turísticos, enquanto cresceram 606,9% as exportações de bens. A procura interna manteve o crescimento positivo, com uma subida anual de 3,7%. As importações de bens subiram 173,5% e as importações de serviços ascenderam 54,2%.

      No trimestre em análise o deflactor implícito do PIB, que mede a variação global de preços, registou uma descida anual de 0,3%.

      A despesa de consumo final das famílias no mercado local aumentou anualmente 8,8%, já que foram praticamente recuperadas as actividades económicas locais dos residentes, enquanto cresceu 87,0% a despesa de consumo final das famílias no exterior, tendo em conta a baixa base de comparação homóloga. A despesa de consumo privado subiu 11,5% em termos anuais.

      A despesa de consumo final do Governo manteve-se estável, aumentando 0,4% em termos anuais, dadas as despesas efectuadas pelo Governo da RAEM com a prevenção pandémica e a implementação de medidas de assistência financeira, como o plano de benefícios de consumo por meio electrónico. Salientam-se as subidas de 0,4% nas compras líquidas de bens e serviços e de 0,5% nas remunerações dos empregados.

      A formação bruta de capital fixo registou um decréscimo anual de 10,1%, realçando-se a descida de 16,7% no investimento em construção, apesar da subida de 25,0% no investimento em equipamento. Por seu turno, subiu 37,0% em termos anuais o investimento em obras públicas, visto que o Governo da RAEM continuou a promover projectos de infra-estruturas, enquanto cresceu 37,3% o investimento em equipamento. Quanto ao sector privado, registou-se uma descida anual de 27,7% no investimento em construção privada, uma vez que o investimento em empreendimentos hoteleiros e de entretenimento de grande envergadura foi inferior ao do segundo trimestre de 2020, além do relativamente baixo número de projectos de habitação privada. Todavia, cresceu 24,2% o investimento em equipamento.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau