Edição do dia

Sexta-feira, 14 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
29.2 ° C
30.9 °
28.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Sex
29 °
Sáb
30 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioÁsiaJapão estende estado de emergência a mais oito regiões

      Japão estende estado de emergência a mais oito regiões

      O Governo japonês decidiu ontem estender o estado de emergência a mais oito regiões devido ao novo coronavírus, o que eleva para 33 das 47 autarquias japonesas as afectadas por medidas para contenção do aumento recorde de contágios.

       

      O Japão prolongou ontem o estado de emergência a mais oito regiões devido ao novo coronavírus. O estado de emergência afetará regiões norte, centro e oeste do país, que se somarão às autarquias já abrangidas por esta medida excecional, que já incluem Tóquio, Osaka e as demais áreas mais populosas do arquipélago japonês.

      O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, afirmou que a decisão se deve “ao elevado índice de infeções” e à “difícil situação do sistema de saúde”, durante a sua intervenção numa reunião com o grupo de trabalho do executivo para a pandemia.

      A declaração de emergência estará em vigor nas novas autarquias, incluindo Hokkaido, Aichi ou Hiroshima, a partir da próxima sexta-feira até 12 de Setembro, bem como nas outras 13 regiões onde a medida já está a ser aplicada.

      Ao abrigo desta medida legislativa reservada a situações excecionais, as autoridades locais podem solicitar a empresas, como bares e restaurantes, que abreviem o seu horário de funcionamento e não vendam bebidas alcoólicas, embora estas limitações não sejam aplicadas de forma obrigatória.

      Os governos locais também podem proibir a realização de eventos de massa ou recomendar o encerramento de centros de educação pública, embora em nenhum caso possam impor o confinamento obrigatório da população.

      Em todo o Japão, as 20.000 infecções diárias do novo coronavírus foram ultrapassadas desde meados do mês, os números mais altos desde o início da pandemia e três vezes os registados durante a vaga anterior da doença covid-19, que afetou o país na primavera passada.

      Embora o número de mortes diárias não tenha ultrapassado cinquenta desde Junho passado, a falta de camas reservadas aos pacientes com a covid-19 grave, que ocorre em hospitais nas regiões mais populosas, é particularmente preocupante.

      A vacinação no Japão, aliás, avança a um ritmo mais lento do que em outros países desenvolvidos, com 42,6% de sua população imunizada com as duas doses da vacina.

      A extensão do estado de emergência para mais regiões ocorre enquanto Tóquio sedia os Jogos Paralímpicos em formato de bolha e entre medidas inéditas para evitar o contágio entre os atletas participantes e a população local.

      A covid-19 provocou pelo menos 4.439.888 mortes em todo o mundo, entre mais de 212,4 milhões de infecções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau