Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
16.9 °
13.9 °
77 %
6.7kmh
40 %
Qui
17 °
Sex
16 °
Sáb
14 °
Dom
20 °
Seg
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Cultura Creative Macau assinala 18 anos de exposições com exposição colectiva

      Creative Macau assinala 18 anos de exposições com exposição colectiva

      O Centro de Indústrias Criativas – Creative Macau marca o seu 18.º aniversário com a inauguração da sua mais recente exposição colectiva “Open Close Open”, que visa retratar as mudanças da vida quotidiana impactadas pela pandemia de 33 artistas membros do centro. A exposição será inaugurada dia 28 de Agosto.

      O Centro de Indústrias criativas – Creative Macau, , situado no rés-do-chão do Centro Cultural, vai inaugurar no próximo dia 28 de Agosto a exposição “Open Close Open”, uma exposição colectiva que irá servir também para assinalar o 18.º aniversário da Creative Macau. Expostos estarão trabalhos que foram propostos aos membros e que visam explicar o dilema de “Abrir – Fechar – Abrir/ fora de si próprios”, refere uma nota da Creative Macau enviada às redacções.

      A exposição colectiva integra 33 artistas que criaram obras baseadas nas mudanças das suas vidas quotidianas impactadas pela pandemia mundial, que afectou a mobilidade de todos os cidadãos. O título da exposição, “Open Close Open”, além de se referir ao plano emocional, refere-se também à realidade de manter ou terminar negócios durante a pandemia, problema bastante frequente para as multinacionais e Pequenas e Médias Empresas.

      Segundo o comunicado de imprensa, o actual vírus da Covid-19 tem afectado radicalmente, desde Janeiro de 2020, a vida quotidiana e a mobilidade da população mundial, arruinando vários sectores do comércio e causando milhões de contágios, mortes e várias mutações do vírus. O vírus da Síndrome Respiratória Aguda (SARS, na sigla inglesa) que ocorreu no final de 2002 e que causou receios em Macau e Hong Kong durante alguns meses “é insignificante” em comparação com a actual pandemia.

      A Creative Macau acredita que, neste novo contexto, uma solução crucial foi rapidamente encontrada sob a forma de uma vacina, e a crescente imunidade de grupo devido à inoculação “faz-nos acreditar que o pesadelo está em breve a terminar”, e que “há um futuro”.

      A Creative Macau aponta ainda ser inclusiva com a diversidade cultural, artística, criativa e social existente, oferecendo oportunidades aos talentos dispostos a dar o primeiro passo público rumo à internacionalização, contribuindo também para a força dos profissionais.

      Em relação aos seus membros criativos, a Creative Macau “representa uma plataforma que presta serviços para divulgar os seus trabalhos”. Na retrospectiva de 18 anos de partilha de criatividade, organizou 226 exposições individuais e colectivas, mostrando mais de 6.000 obras que foram visitadas por mais de 70.000 visitantes, refere o comunicado.

      Algumas obras seleccionadas de arte, joalharia, porcelana, design de moda, design de produto, design de mobiliário urbano e doméstico das exposições acima mencionadas foram depois expostas em Feiras de Arte e Design internacionalmente, em cidades estrangeiras como Lisboa, Londres, Porto, Xangai, e Shenzhen.

      Os números listados não incluem nem os concursos de fotografia anteriormente realizados nem o Festival Internacional de Curtas Metragens de Macau anual, cuja XII edição terá lugar em Dezembro de 2021 no Teatro Capitólio.

      “As obras de arte expostas para a celebração do 18.º aniversário do Centro de Indústrias Criativas – Creative Macau originaram este espectáculo maravilhoso, que vale a pena visitar”, descreve ainda o comunicado. “Continuaremos a aumentar o nosso prestígio e a promover o elevado padrão de arte e cultura de Macau. Obrigado aos participantes e a todos os membros apoiantes”, conclui.