Edição do dia

Segunda-feira, 4 de Março, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
18.9 °
16.9 °
94 %
2.6kmh
40 %
Dom
20 °
Seg
22 °
Ter
23 °
Qua
24 °
Qui
19 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade UM recebeu quase 3.500 estudantes no arranque do semestre

      UM recebeu quase 3.500 estudantes no arranque do semestre

      A Universidade de Macau (UM) recebeu ontem, no seu primeiro dia de reabertura para o novo semestre, quase 3.500 novos estudantes para licenciatura e pós-graduação, anunciou a instituição de ensino em comunicado.

      O reitor da universidade, Yonghua Song, apresentou o evento com um discurso online onde encorajou os estudantes a “valorizar a variedade de oportunidades oferecidas pela universidade e também para se esforçarem e trabalharem em prol do seu crescimento patriótico, global, competitivo, socialmente responsável e inovador, para se tornarem em indivíduos com a habilidade de contribuir para a sociedade e criar vidas gratificantes para si mesmos”.

      Entre eles encontra-se uma variedade de estudantes, não só de Macau, mas também do continente e do estrangeiro, nomeadamente estudantes da zona da Grande Baía e dos países de Língua Portuguesa. Além disso, a universidade admitiu um grupo de alunos destacados, com menção de honra, vindos do ensino secundário, com diferentes talentos, como estudantes de admissão recomendada, talento bilingue chinês-português e vindos do esquema de admissão de estudantes-atletas destacados, refere a instituição.

      De acordo com o reitor da instituição, este ano marca o 40.º aniversario da UM, “altura de, com a bagagem do passado, dar aso a novos horizontes”.

      No comunicado de imprensa é referido também que esta é a universidade de e para Macau, que reforçou o conhecimento, que é um participante activo no desenvolvimento do projecto da Grande Baía e da República da China, com ambições globais. Menciona que a instituição aspira a ser reconhecida internacionalmente com uma educação centrada no aluno, investigação de impacto e responsabilidade social.

      Devido à epidemia, a instituição transferiu todas as actividades de orientação para o novo ano académico, sendo todas as aulas em Agosto conduzidas online, enquanto que as aulas de Setembro serão determinadas mais tarde, consoante a evolução da situação epidémica.

      A Universidade de Macau (UM) recebeu ontem, no seu primeiro dia de reabertura para o novo semestre, quase 3.500 novos estudantes para licenciatura e pós-graduação, anunciou a instituição de ensino em comunicado.

      O reitor da universidade, Yonghua Song, apresentou o evento com um discurso online onde encorajou os estudantes a “valorizar a variedade de oportunidades oferecidas pela universidade e também para se esforçarem e trabalharem em prol do seu crescimento patriótico, global, competitivo, socialmente responsável e inovador, para se tornarem em indivíduos com a habilidade de contribuir para a sociedade e criar vidas gratificantes para si mesmos”.

      Entre eles encontra-se uma variedade de estudantes, não só de Macau, mas também do continente e do estrangeiro, nomeadamente estudantes da zona da Grande Baía e dos países de Língua Portuguesa. Além disso, a universidade admitiu um grupo de alunos destacados, com menção de honra, vindos do ensino secundário, com diferentes talentos, como estudantes de admissão recomendada, talento bilingue chinês-português e vindos do esquema de admissão de estudantes-atletas destacados, refere a instituição.

      De acordo com o reitor da instituição, este ano marca o 40.º aniversario da UM, “altura de, com a bagagem do passado, dar aso a novos horizontes”.

      No comunicado de imprensa é referido também que esta é a universidade de e para Macau, que reforçou o conhecimento, que é um participante activo no desenvolvimento do projecto da Grande Baía e da República da China, com ambições globais. Menciona que a instituição aspira a ser reconhecida internacionalmente com uma educação centrada no aluno, investigação de impacto e responsabilidade social.

      Devido à epidemia, a instituição transferiu todas as actividades de orientação para o novo ano académico, sendo todas as aulas em Agosto conduzidas online, enquanto que as aulas de Setembro serão determinadas mais tarde, consoante a evolução da situação epidémica.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau