Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
72 %
5.7kmh
40 %
Dom
16 °
Seg
19 °
Ter
20 °
Qua
20 °
Qui
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Desporto Sporting arranca triunfo em Braga e segue na liderança

      Sporting arranca triunfo em Braga e segue na liderança

      O Sporting garantiu três pontos ao vencer, fora, o Sporting de Braga 2-1, num jogo da segunda jornada da I Liga de futebol em que jogou com menos um jogador desde os 80 minutos.

      Jovane, aos 40 minutos, e Pedro Gonçalves, aos 50, fizeram os golos da equipa ‘leonina’ e Abel Ruiz, aos 90+2, o tento dos bracarenses, que carregaram nos últimos minutos, explorando a superioridade numérica. Carlos Carvalhal queria ‘matar’ outro ‘borrego’, como o de há uma semana, na Madeira, diante do Marítimo (2-0), mas não conseguiu: o Sporting somou a quinta vitória consecutiva diante dos minhotos, contenda que começou no início deste ano civil.

      Ricardo Horta, com um quadro de fadiga/contratura muscular, ficou de fora por prevenção, e foi baixa de peso na equipa minhota, que não pôde ainda contar, por lesão, com Sequeira e Castro.

      No Sporting de Braga, destaque para a titularidade de Abel Ruiz em vez de Mario González e para a chamada, no banco de suplentes, de Iuri Medeiros, após longa ausência devido a lesão grave. Fransérgio foi titular e, no final, despediu-se dos adeptos, rumo aos franceses do Bordéus. Já no Sporting, Rúben Amorim repetiu o ‘onze’ que começou diante do Vizela, na primeira jornada.

      A partida começou muito ‘atada’, com as duas equipas com um grande conhecimento mútuo a não permitir grandes veleidades ofensivas, e só ‘aqueceu’ nos últimos minutos da primeira parte.

      Primeiro, foi Piazon, após uma primeira defesa de Adán a cortar um cruzamento de Fabiano, a rematar com perigo para nova intervenção decisiva do guardião espanhol, agora com os pés (39).

      A resposta veio de imediato e com o golo do Sporting: Esgaio cruzou com ‘régua e esquadro’ da direita e Jovane ao segundo poste, mais rápido que Fabiano, atirou de cabeça em grande nível e bateu Matheus.

      O Sporting de Braga reagiu e, no período de descontos da primeira parte, criou dois lances perigosos, ambos por Fábio Martins, com destaque para um remate de letra, que obrigou Adán a uma grande defesa (45+3).

      A abrir a segunda parte, Gonçalo Inácio teve uma boa oportunidade mas cabeceou ao lado após livre cobrado por Jovane (49), mas o segundo golo do Sporting não demorou e surgiu pelo ‘suspeito do costume’, Pedro Gonçalves. Após uma grande jogada colectiva, que passou por vários jogadores, o goleador da época passada rematou mais em jeito do que em força (50).

      Carvalhal lançou André Horta e Mario González, dando mais ímpeto ofensivo à equipa, e Amorim refrescou a ala esquerda com Nuno Santos e Matheus Reis, mas o defesa brasileiro esteve apenas 18 minutos em campo, porque foi expulso com dois cartões amarelos, o primeiro dos quais de forma infantil.

      Em superioridade numérica, o treinador bracarense apostou ainda mais no ataque, com Roger e Rui Fonte, enquanto o treinador ‘leonino’ recompôs a defesa com Porro (Esgaio foi para o lado esquerdo) e o ataque com Tiago Tomás.

      Aos 87 minutos, Iuri Medeiros rematou em arco, mas Adán fez mais uma grande defesa e, aos 90+2, Ugarte entrou para o lugar de Palhinha, estreando-se pelos ‘leões’.

      O árbitro deu sete minutos de compensação (e seis na primeira parte) e, neste período, surgiu o golo de Abel Ruiz, de cabeça, após centro de Fabiano, que originou uns frenéticos, mas inconsequentes, cinco minutos finais.

       

      Benfica vence Arouca reduzido a 10 desde os 8 minutos

      O Benfica venceu o Arouca, por 2-0, num encontro da segunda jornada da I Liga de futebol em que o avançado ucraniano Roman Yaremchuk se estreou a titular e a marcar. No Estádio da Luz, Yaremchuk, contratação para esta temporada, foi pela primeira titular na equipa de Jorge Jesus e fez o segundo golo do encontro, aos 43 minutos, já depois de ter assistido o alemão Waldschimdt, aos 38.

      No regresso do público ao Estádio do Luz em jogos da I Liga, o Arouca ficou cedo a actuar com menos uma unidade, a partir dos oito minutos, por expulsão polémica de Victor Bruno num lance em que o guardião brasileiro terá entendido que a partida estava parada devido a um fora de jogo, após o árbitro assistente ter levantado a bandeirola.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau