Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
16.9 °
16.9 °
77 %
3.6kmh
40 %
Qua
19 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Ho Iat Seng em alerta devido aos “graves ataques cibernéticos”

      Ho Iat Seng em alerta devido aos “graves ataques cibernéticos”

      Realizou-se ontem a primeira reunião plenária do ano da Comissão para a Cibersegurança, onde esteve presente Ho Iat Seng. Segundo um comunicado divulgado ontem, o Chefe do Executivo mostrou-se preocupado com os aspectos de cibersegurança da região.

      O Chefe do Executivo apontou que a circunstância relativa à cibersegurança foi “muito grave no primeiro semestre deste ano”, devido ao facto de vários órgãos governamentais ou empresas privadas em todo o mundo, incluindo Macau, terem sofrido “graves ataques cibernéticos”. Isto “fez soar o alerta do ambiente de cibersegurança de Macau”.

      “Face às situações de segurança complexas, especialmente a realização da eleição para a sétima Assembleia Legislativa em Setembro deste ano, o Governo da RAEM tem de tomar activamente as medidas de resposta, para garantir que a segurança da sociedade de Macau e do país não sofra eventuais ameaças”, disse o Chefe do Executivo.

      Ho Iat Seng frisou que a Comissão para a Cibersegurança “tem de conhecer, com exactidão, a importância da salvaguarda da cibersegurança, melhorar o respectivo trabalho para um nível estratégico, articular proactivamente com o planeamento da transição da digitalização do país de acordo com o rumo do desenvolvimento geral e as necessidades reais de Macau, insistir no princípio da ‘combinação da segurança com o desenvolvimento’, definir as políticas globais sobre a cibersegurança, impulsionar os elementos do sistema da cibersegurança a participarem activamente no trabalho nesse âmbito e dar-lhes apoios, tudo isto para acelerar o nível de construção da cibersegurança de Macau”.

      Já Wong Sio Chak, secretário para a Segurança, apresentou o balanço dos progressos no âmbito da cibersegurança do ano 2020, nomeadamente, o trabalho de elaboração da lista dos operadores e definição das normas técnicas para uma implementação plena da Lei da cibersegurança, introdução ao trabalho de alerta e resposta a incidentes de cibersegurança e trabalho de implementação de uma série de acções no âmbito do impulsionamento e apoio dado aos operadores para aumentar o nível de defesa e protecção.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau