Edição do dia

Terça-feira, 7 de Fevereiro, 2023
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
17.9 ° C
19.9 °
17.9 °
94 %
1kmh
40 %
Ter
22 °
Qua
19 °
Qui
20 °
Sex
20 °
Sáb
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Grande China Detido dentista do interior da China por suspeita de furto de 7.700...

      Detido dentista do interior da China por suspeita de furto de 7.700 patacas em caixa donativos numa igreja

      A Polícia Judiciária (PJ) deteve um cidadão do interior da China de 29 anos por suspeita de furto qualificado de 7.700 patacas de uma caixa para donativos de uma igreja no centro de Macau.

      A Polícia Judiciária (PJ) deteve um cidadão do interior da China de 29 anos por suspeita de furto qualificado de 7.700 patacas de uma caixa para donativos de uma igreja no centro de Macau. As autoridades foram alertadas sobre o furto no passado dia 27 de Dezembro, e localizaram o suspeito no dia seguinte numa pensão na zona central da cidade através do sistema ‘Olhos no Céu’. “No dia 27 de Dezembro recebemos a queixa da responsável de uma igreja na zona central de Macau, que nos informou que, por volta das 12h00, tinham sido furtados envelopes de uma caixa de donativos com a igreja a ter um prejuízo de 7.700 patacas”, explicou ontem um porta-voz da PJ em conferência de imprensa.

      De acordo com as informações recolhidas pelas autoridades, a igreja detectou um desfalque de 7.700 patacas na contabilização dos donativos recebidos por três paroquianos.

      Com recurso às imagens de videovigilância, a polícia constatou que no dia 27 de Dezembro, por volta das 11h00, dois homens dirigiram-se à caixa de donativos e “aproveitaram a oportunidade” para usar uma fita-métrica com fita-cola na ponta para retirar o dinheiro da caixa de donativos da igreja. “Com ajuda do sistema ‘Olhos no Céu’ conseguimos localizar o paradeiro de um dos suspeitos, pois, após a prática do crime, ambos regressaram a uma pensão localizada na zona central da cidade. No dia 28 de Dezembro começámos a operação e fizemos vigilância fora da pensão. Por volta das 18h00, um dos suspeitos regressou à pensão e foi detido no local. No quarto onde estava hospedado foram encontradas as roupas usadas durante o assalto e alguns instrumentos usados, nomeadamente uma fita métrica e uma fita-cola de duplo adesivo”, explicou o porta-voz da PJ.

      Durante o interrogatório, o suspeito confessou a utilização daqueles “instrumentos para a prática de crime” e que os mesmos foram “trazidos da China para Macau”. Para além disso, o detido assumiu ter perdido todo o dinheiro no jogo. “O suspeito detido tem 29 anos e é residente do interior da China. Alegou ter a profissão de dentista e que perdeu todo o dinheiro nos casinos”, indicou o representante da PJ, acrescentando que o suspeito foi presente ao Ministério Público por suspeita de furto qualificado.

      Em relação ao outro suspeito envolvido, a PJ desconhece o seu paradeiro, sendo que a investigação do caso continua em aberto uma vez que não foi encontrado o dinheiro na posse do suspeito detido. “Por enquanto, a PJ só conseguiu deter um dos suspeitos, sendo que o paradeiro do outro suspeito continua em investigação. Os dois entraram em Macau no dia 24 de Dezembro, e no dia 27 praticaram o crime. A queixa foi apresentada no dia 27, e no dia seguinte foi detido um dos suspeitos”, concluiu o porta-voz da PJ.

      E.S.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau